F1

Bottas lidera manhã do primeiro dia de testes em Abu Dhabi. Vettel bate e Fittipaldi sofre quebra de motor

A Mercedes dominou o GP de Abu Dhabi e segue em vantagem nos testes da F1 em Yas Marina. Valtteri Bottas foi 0s130 mais rápido que Sebastian Vettel, que bateu de leve. Outro piloto com problemas foi Pietro Fittipaldi, que viu o motor da Haas quebrar
Warm Up / VITOR FAZIO, de Berlim
 Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)
Valtteri Bottas manteve a Mercedes na ponta ao longo das primeiras horas de testes pós-temporada da Fórmula 1 em Abu Dhabi. O finlandês foi o mais rápido na manhã desta terça-feira (27), anotando o tempo de 1min37s231 – 2s5 mais lento do que os vistos no Q3 do fim de semana. Mesmo sem um tempo dos mais competitivos, Bottas consolidou uma vitória parcial da equipe prateada sobre a Ferrari, conduzida por Sebastian Vettel.
 
Vettel, aliás, tem um segundo lugar que mascara uma manhã de altos e baixos. O alemão, 0s130 mais lento que Bottas, causou uma das duas bandeiras vermelhas do turno ao perder controle na curva 1 e bater na barreira de proteção. O alemão teve alguma sorte por não causar danos mais sérios, conseguindo retornar aos boxes por conta própria e apenas com a asa dianteira quebrada.
 
A Red Bull apareceu em terceiro na tabela de tempos com Max Verstappen, 0s716 pior que Bottas. O holandês chegou perto de ser mais lento que a Force India de Sergio Pérez, que teve déficit de 0s745 para o líder. O top-5 ainda contou com Nico Hülkenberg, recuperado da capotagem de domingo e 1s5 mais lento.
Valtteri Bottas foi o mais rápido durante a manhã em Abu Dhabi (Foto: AFP)
Pérez foi o piloto com mais voltas acumuladas, completando 67 até aqui. No outro extremo do ranking está Pietro Fittipaldi, que teve uma manhã conturbada: o motor da Haas apresentou problemas, forçando o brasileiro a estacionar o carro na pista. Pietro deu apenas 18 voltas antes da quebra e ainda não há previsão de retorno ao trabalho.
 
A manhã também marcou a primeira chance de dois pilotos em suas respectivas equipes. George Russell foi o sexto melhor na primeira aparição pela Williams, enquanto Kimi Räikkönen foi nono na primeira aparição pela Sauber em 17 anos.

O teste em Abu Dhabi tem como foco o novo conjunto de pneus da Pirelli. A fábrica italiana já disponibiliza os compostos de 2019 para equipes, que não tem permissão de testar peças voltadas para a próxima temporada.
 

Saiba como foi a manhã do primeiro dia de testes da F1 em Abu Dhabi
 
O teste começou com momentos significativos. Kimi Räikkönen completou as primeiras voltas com um carro da Sauber em 17 anos, começando o processo de transição ao fim da passagem pela Ferrari. Isso acontecia ao mesmo tempo que Pietro Fittipaldi somava as primeiras voltas com a Haas e George Russell começava a preparação de olho na titularidade em 2019.

O teste estava devagar. Equipes focavam em voltas de instalação até que Sebastian Vettel conseguiu 1min39s8. Mais algumas voltas e o tempo da Ferrari caiu para 1min38s4. A evolução impediu Sergio Pérez de colocar a Force India na liderança com o tempo de 1min38s5. Os dois eram os únicos andando neste segundo, já que Max Verstappen aparecia com 1min39s0 na terceira colocação.
Sebastian Vettel bateu na curva 1, mas escapou de danos graves (Foto: Ferrari)
Quando Verstappen resolveu melhorar, foi para valer. O holandês foi direto para a casa de 1min37s9, tomando a liderança de assalto. Pérez voltou a deixar a Force India em segundo, apenas 0s02 mais lento. O momento de evolução de pilotos e equipes logo sofreu um baque: pouco antes da marca de duas horas de bandeira verde, a Haas de Fittipaldi sofreu uma quebra no motor e ficou parada na pista. A situação causou a primeira bandeira vermelha da manhã, forçando o desperdício de 17 minutos.
 
A bandeira verde voltou com mais pilotos buscando voltas rápidas. Valtteri Bottas foi a estrela da vez – já era hora – ao anotar 1min37s3, 0s6 mais rápido do que o tempo de Verstappen. Räikkönen e Russell também encontravam tempo, mas não a ponto de tirar Sauber e Williams da parte de baixo da tabela.
Pietro Fittipaldi terminou a manhã em Abu Dhabi com um motor quebrado (Foto: Haas/Twitter)
A segunda bandeira vermelha do dia veio pouco depois, consequência de erro de um piloto. Ninguém menos do que Vettel perdeu controle na entrada da curva 1, tocando a barreira de proteção e danificando a asa dianteira. O alemão conseguiu voltar aos boxes por meios próprios, mas era um golpe contra uma Ferrari que perderia tempo de pista.
 
O alemão teve alguma sorte e perdeu ‘apenas’ 25 minutos, tempo suficiente para a Ferrari fazer reparos e inspecionar problemas. A recompensa de Vettel pela batida foi subir de quarto para segundo na tabela de tempos, 0s3 mais lento que Bottas. Outra tentativa minutos depois diminuiu o déficit para 0s130.

F1 2018, Testes coletivos, Abu Dhabi, terça-feira, manhã:

1 V BOTTAS Mercedes 1:37.231   54
2 S VETTEL Ferrari 1:37.361 +0.130 36
3 M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer 1:37.947 +0.716 58
4 S PÉREZ Force India Mercedes 1:37.976 +0.745 67
5 N HÜLKENBERG Renault 1:38.789 +1.558 50
6 G RUSSELL Williams Mercedes 1:39.512 +2.281 42
7 S GELAEL Toro Rosso Honda 1:40.435 +3.204 51
8 L NORRIS McLaren Renault 1:40.516 +3.285 50
9 K RÄIKKÖNEN Sauber Ferrari 1:40.832 +3.601 39
10 P FITTIPALDI Haas Ferrari 1:42.291 +5.060 18