Bottas minimiza discurso de chefe e diz não ter pressa para definir futuro na Mercedes: “Ainda é cedo para isso”

Enquanto Toto Wolff vê Valtteri Bottas em situação desconfortável e sob pressão por ter contrato válido até o fim desta temporada, o piloto entende que é uma situação normal e que tenta focar em uma corrida de cada vez. O futuro? Ainda é cedo para definir, diz o finlandês

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Nos últimos dias, Toto Wolff, chefe da Mercedes, deu uma entrevista coletiva em Genebra durante um evento promovido pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo). E uma das declarações do dirigente austríaco que mais chamou a atenção foi sobre Valtteri Bottas. Na visão de Wolff, o finlandês está constantemente sob pressão para mostrar bons resultados, uma vez que só tem contrato válido até o fim do ano. Bottas chegou à Mercedes com a dura missão de substituir o campeão do mundo e aposentado logo após conquistar o título, Nico Rosberg.

 
Mas Bottas não enxerga as coisas do mesmo ponto de vista que seu chefe. Ao contrário. “Não, eu me sinto normal. Sempre tive uma situação muito parecida”, salientou o piloto em entrevista coletiva nesta quinta-feira (22) em Baku, palco do GP do Azerbaijão neste fim de semana.
 
“Não tenho nem ideia do que vai acontecer no ano que vem, e essa é uma situação normal. Sei mais ou menos o plano, sobre quando eles planejam as coisas, mas não tenho pressa”, garantiu o companheiro de Lewis Hamilton.
Valtteri Bottas disse que não tem pressa para ver seu futuro definido na Mercedes (Foto: Mercedes/Twitter)
Bottas, inclusive, disse que acredita que vai começar a negociar sua renovação com a Mercedes em breve, e que seria salutar que isso acontecesse o quanto antes para deixá-lo mais tranquilo quanto ao futuro. Mas o nórdico evitou falar em prazos.
 
“Quanto ao prazo, é muito flexível, mas não tenho pressa. As negociações devem começar logo, e como piloto é sempre bom saber o que você vai fazer no ano seguinte, mas ainda é cedo para isso”, reforçou o piloto, que já fez pole-position no Bahrein, venceu na Rússia e ocupa a terceira colocação na temporada.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Valtteri deixou evidente o seu desejo de seguir naquela que foi a equipe dominante da F1 nos últimos três anos. “Claro que gostaria de ter uma relação longa com a Mercedes, este é meu objetivo e é por isso que venho trabalhando duro, para tirar o máximo de cada corrida”, acrescentou.

 
Por fim, Bottas foi taxativo ao falar que não negocia com nenhuma outra equipe neste momento. E disse que, se fosse Wolff, já teria renovado contrato consigo mesmo em razão dos resultados e da performance obtidos na pista nas sete primeiras etapas da temporada 2017 da F1.
NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube