Bridgestone estreita conversas e prepara briga contra Pirelli por fornecimento de pneus da F1

De acordo com o site da revista inglesa Autosport desta terça-feira (6), a Bridgestone será uma das concorrentes da Pirelli no processo de licitação que vai definir o fornecedor de pneus da Fórmula 1 a partir da temporada 2025

Atual responsável pelos pneus da Fórmula 1, a Pirelli terá uma concorrente de peso na disputa pelo fornecimento da borracha a partir da temporada 2025: a Bridgestone, fabricante japonesa que esteve na categoria de 1997 a 2010.

A informação é do site da revista Autosport desta terça-feira (6). A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) abriu processo de licitação para o fornecimento oficial de pneus da F1 de 2025 a 2027, com possibilidade de renovação por mais um ano ao final do contrato. A entidade recebeu inscrições de candidatas até 15 de maio e, após processo de avaliação das propostas, anunciará os licitantes aprovados na próxima semana, dia 16.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Vettel no GP do Japão de 2009, calçados com os pneus Bridgestone (Foto: Red Bull Content Pool)

De acordo com fontes ligadas à publicação inglesa, a Bridgestone é uma das concorrentes. A marca chegou a ser a única fornecedora de pneus da Fórmula 1 por quatro temporadas, depois que a francesa Michelin decidiu deixar a elite do automobilismo mundial ao final da temporada 2006. Atualmente, a sua subsidiária Firestone fornece os compostos da Indy.

O gerente de planejamento de automobilismo da Bridgestone, Eiichi Suzuki, disse recentemente à Autosport que a empresa está avaliando o envolvimento em outras categorias, incluindo a F1, mas não confirmou se a inscrição já havia sido enviada à FIA.

“Estamos sempre pensando em o que e como podemos fornecer melhor nossas atividades de automobilismo em categorias globais, incluindo a F1. Claro, estamos conduzindo pesquisas sobre esses assuntos”, salientou. Já um porta-voz da marca nipônica declarou que “a Bridgestone tem uma herança de mais de 60 anos no automobilismo, e vamos continuar buscando atividades sustentáveis no automobilismo global. No entanto, nos abstemos de comentar sobre quaisquer categorias em particular”.

O último processo de licitação de pneus para a F1 teve vitória da Pirelli sobre a sul-coreana Hankook, em acordo firmado para as temporadas de 2020 a 2023. A FIA, então, optou pela prorrogação após o atraso na introdução do atual regulamento técnico por conta da pandemia da covid-19.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.