Button lamenta “problema inédito”, agradece carinho dos fãs e faz primeiro desejo fora da F1: uma cerveja gelada

Jenson Button encerrou sua passagem pela McLaren de forma melancólica. O inglês, que não segue no grid em 2017, abandonou logo no início do GP de Abu Dhabi por uma quebra

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
A corrida de despedida de Jenson Button da F1 terminou de forma melancólica. Neste domingo (27), o inglês ocupava o décimo lugar no GP de Abu Dhabi em uma estratégia de retardar a primeira parada nos boxes, mas sua roda direita aparentemente quebrou do nada e Jenson sequer completou 15 voltas em sua prova final.

 
"Eu realmente não sei que problema aconteceu. Alguma coisa quebrou no carro, isso nunca tinha acontecido conosco. Essa é uma força da nossa equipe: as coisas raramente quebram. Mas, enfim, tem dia que essas coisas acontecem. Já foi, não dá para ficar lamentando", disse Button..
Jenson Button abandonou a corrida na volta 14 (Foto: Reprodução/TV)
"Agora eu vou aproveitar o momento, pegar uma cerveja gelada quando acabar essa entrevista! Eu aproveitei muito hoje, ainda que a corrida tenha sido curta. Eu vou sentir falta do carro. Esses carros são incríveis, mas de vez em quando são frustrantes", seguiu.

"Preciso agradecer imensamente todo apoio que tive desde 2000, quando eu era quase um bebê. Tive muitas mensagens de carinho esse tempo todo. Esse tempo todo foi uma montanha-russa, as pessoas podem achar triste eu não fechar minha carreira em alta, mas estou feliz, contente, tive uma carreira fantástica na F1", completou.

O GP de Abu Dhabi foi vencido por Lewis Hamilton, mas Nico Rosberg chegou em segundo e garantiu, assim, seu primeiro título da F1. Sebastian Vettel levou a Ferrari ao pódio.

Button era o recordista do grid atual em largadas e sempre foi conhecido por ser um piloto muito inteligente e consistente. Quando teve o carro para ser campeão, na Brawn, em 2009, o inglês não perdeu a oportunidade, escrevendo seu nome na lista dos pilotos com título na F1.

 
Se em 2015 o britânico conseguiu alguns resultados surpreendentes com um carro muito ruim da McLaren, em 2016 teve desempenho bem inferior com um bólido um tanto melhor. Button fechou a temporada com 21 pontos, 32 a menos que o companheiro Fernando Alonso. Em 2017, o promissor belga Stoffel Vandoorne substitui o veterano inglês no cockpit da equipe de Woking.

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube