Button não se abala com revés, elogia carro fácil de guiar da McLaren e diz que volta no Q1 foi tão boa quanto pole de 2012

Jenson Button não se deixou abater pelo fim de semana complicado da McLaren Honda em Spa-Francorchamps. O inglês vai largar da penúltima posição do grid, mas disse que a volta rápida no fim do Q1 foi igual e tão boa quanto a que lhe rendeu a pole em 2012

A McLaren Honda enfrenta um fim de semana dos mais caóticos de sua história, principalmente por conta das trocas seguidas dos motores da fabricante japonesa, que agora implicam em uma punição com perda de incríveis 105 posições no grid para Fernando Alonso e Jenson Button. Na verdade, a FIA não considera mais o acúmulo de colocações, então ambos vão largar do fundo grid. O revés, porém, não tirou o bom humor de Button, que, ao avaliar seu tempo de volta na classificação deste sábado (22), em Spa-Francorchamps, disse que a marca foi tão boa quanto a pole que ele garantiu na etapa belga em 2012.

O piloto britânico obteve o 17º tempo da fase inicial da classificação, uma posição melhor que o colega Alonso, o que deixou claro, mais uma vez, a falta de competitividade do conjunto MP4-30. Ao comentar o treino decisivo, Button disse que o ponto positivo foi realmente ter tido um desempenho melhor que o de Alonso. "Foi a única coisa positiva do dia", disse o inglês.

Jenson Button não parecia feliz com o desempenho da McLaren em Spa (Foto: AP)

"Eu realmente estava feliz em pilotar aqui hoje. Mas o fim de semana tem sido um pouco complicado, o carro estava saindo de traseira, mas, na classificação, o carro estava bem melhor. É engraçado… Você cruza a linha de chegada e ainda acha que talvez aquele tempo seja bom o suficiente para colocá-lo mais acima na tabela. A volta que eu fiz foi igual a da pole de três anos atrás aqui, então… É preciso lidar com isso. É a mesma coisa, a mesma equipe", contou Jenson.

"Ainda temos um longo caminho a percorrer antes de nos tornamos competitivos de novo, mas, pelo menos, a sensação é boa. Foi muito agradável conduzir nessa pista hoje. A classificação foi boa", acrescentou.

Button ainda disse que o motor da Honda apresenta mais potência, mas que ainda não é suficiente, especialmente frente Às rivais. "Há definitivamente mais força, mas obviamente a gente sempre quer mais. Ao menos, o carro está bom de guiar", disse o britânico de 35 anos.

Alonso, por sua vez, reconheceu que o veloz circuito de Spa seria o pior traçado para a McLaren neste momento. "Vamos tentar aprender alguma coisa amanhã e terminar a corrida. Depois, vamos ver o que podemos extrair de aspectos positivos do fim de semana", afirmou o espanhol.

"Já sabíamos que sse provavelmente seria o pior circuito do calendário para nós, por isso decidimos alterar os motores aqui e começar do fundo do grid", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube