Sainz lamenta tempo perdido atrás de Leclerc no México: “Éramos mais rápidos que Gasly”

Carlos Sainz lamentou ver a Ferrari atrás de Pierre Gasly no GP da Cidade do México, e indicou que poderia ter fechado no quarto lugar se equipe colocasse ordem de equipe antes

A confusão da largada no GP do México (Vídeo: Band)

Carlos Sainz levou pontos para casa com o sexto lugar no GP da Cidade do México, disputado neste domingo (7). O resultado ajudou a Ferrari a superar a McLaren no Mundial de Construtores, subindo para o terceiro lugar, abrindo 13.5 tentos da rival de Woking.

Sainz saiu satisfeito com o resultado, mas lamentou a largada ruim no México, onde precisou evitar envolvimento no acidente entre Valtteri Bottas e Daniel Ricciardo. Por conta da cautela, acabou superado pelo companheiro Charles Leclerc, que largou da oitava colocação.

“Um bom dia. Fui infeliz na largada porque perdi posição para alguns carros que não deveria por conta do incidente entre Bottas e Ricciardo. A partir daquele ponto, precisávamos trabalhar para alcançar Gasly. Conseguimos tirar um pouco do ritmo do carro. Neste fim de semana estávamos nos sentindo confiantes e rápidos”, comentou em entrevista à Sky Sports.

CARLOS SAINZ; CHARLES LECLERC; FERRARI; MÉXICO;
Leclerc abre caminho para Sainz passar no GP da Cidade do México (Foto: Reprodução)

Em determinado momento, a Ferrari chegou a inverter as posições de Leclerc e Sainz para buscar um ataque ao quarto lugar de Pierre Gasly, da AlphaTauri. Carlos crê que a Scuderia tinha melhor ritmo de corrida, e indicou que a troca poderia ter sido feita antes para evitar perda de tempo atrás do companheiro.

“Tiveram ordens de equipe para otimizar a estratégia no fim, fizemos o que pudemos e viemos para casa com quinto e sexto. Pierre estava muito rápido”, seguiu Sainz. Ao ver que não teria chances de chegar no quarto lugar, a Ferrari inverteu a troca.

“Éramos mais rápidos que Gasly hoje porque penso que tiramos muito dele, mas quando você perde posições na largada neste circuito, é difícil de recuperar. Perdi muito tempo nas primeiras 20 voltas tentando seguir Charles e não consegui me aproximar de Gasly”, concluiu.

A próxima etapa da temporada é especial porque vai marcar o retorno da Fórmula 1 ao Brasil depois de um ano de ausência. O GP de São Paulo acontece logo nesta semana, entre 12 e 14 de novembro, com cobertura ‘in loco’ do GRANDE PRÊMIO em Interlagos.

F1 AO VIVO! VERSTAPPEN ENGOLE MERCEDES NA LARGADA E VENCE GP DA CIDADE DO MÉXICO | Briefing
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar