Leclerc fica “sem explicações” em eliminação no Q2 do Catar: “Realmente não faço ideia”

Charles Leclerc não conseguiu sequer avançar ao Q3 na classificação do Catar e vai largar na 13ª posição. Piloto não soube explicar o motivo da queda de rendimento da Ferrari

F1 NO CATAR, CLASSIFICAÇÃO: HAMILTON POLE, VERSTAPPEN 2° | Briefing

Charles Leclerc teve um dia para ser esquecido neste sábado (20), durante o treino de classificação para o GP do Catar, a ser disputado neste domingo. O monegasco viu o dia acabar mais cedo do que o esperado, sem conseguir classificação para o Q3 e garantindo apenas a 13ª posição no grid de largada.

Após a sessão, o piloto #16 admitiu que não tem explicações sobre o rendimento do carro, assim como já tinha afirmado para a própria equipe pelo rádio, ainda na pista.

“Não faço ideia”, admitiu Leclerc. “Realmente não tenho ideia, fui lento durante toda a classificação, então precisamos entender o que deu errado. Eu não tenho explicações no momento, para ser sincero”, reconheceu um abatido Charles, claramente incomodado com a eliminação ainda no Q2.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Charles Leclerc larga na 13ª posição no GP do Catar (Foto: Ferrari)

Após a classificação, a Ferrari encontrou uma rachadura no chassi do monegasco, que pode estar relacionada à dificuldade com o rendimento do carro. Não se sabe exatamente como a rachadura apareceu, mas é provável que o carro tenha sido avariado na primeira volta do piloto no Q1, por passar em cima das zebras. A escuderia vai trabalhar em uma solução para que o #16 possa largar normalmente na corrida de domingo.

Leclerc não foi a única surpresa fora do Q3. Além dele, Sergio Pérez também ficou de fora da última parte da classificação com a Red Bull, assim como Daniel Ricciardo não conseguiu ficar entre os dez primeiros com a McLaren.

O monegasco admitiu que as classificações ficaram um pouco diferentes do habitual, mas ressaltou que a outra Ferrari — pilotada por Carlos Sainz — conseguiu avançar até a última fase. De acordo com Charles, a aderência da pista nunca foi a ideal para seus pneus, o que fez com que o piloto “deslizasse” pelo asfalto do circuito de Losail.

“Não sei. Claro que é uma classificação estranha, mas eu não estou no grupo certo [os que avançam ao Q3]. Eu não senti em nenhum momento que os pneus estava na janela [de temperatura] correta, simplesmente escorreguei pela pista, fiquei limitado pela aderência. Não por meus erros, algo em particular, algum problema de equilíbrio, mas pela falta de aderência, que eu não tinha o suficiente”, continuou.

Em relação à corrida, o piloto nem sequer faz planos. Para Leclerc, o mais importante agora é aprender sobre os motivos que levaram a um desempenho tão abaixo do esperado pela Ferrari neste sábado. “Eu preciso entender primeiro o que aconteceu hoje”, admitiu.

O GP do Catar de Fórmula 1 tem largada prevista para 11h (de Brasília, GMT-3) deste domingo, sempre com transmissão ao vivo pela Band na TV aberta e pelo serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

WEB STORIES
+Como ficou o grid de largada do GP do Catar de Fórmula 1

Max Verstappen apresentou problemas na asa móvel do carro no Catar (Vídeo: Reprodução)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar