Chefe da Caterham vê CT05 como “bom ponto de partida” e mira “lutar mais à frente” em 2014

Cyril Abiteboul, chefe da Caterham, afirmou que o CT05 é um bom ponto de partida para o time, que tem como meta brigar mais à frente na temporada 2014 da F1

A Caterham apresentou nesta terça-feira (28), no pit-lane de Jerez de la Frontera, o CT05, carro que será utilizado por Kamui Kobayashi e Marcus Ericsson na temporada 2014 da F1. De acordo com Cyril Abiteboul, chefe do time, o novo bólido é um “bom ponto de partida” para o time de Tony Fernandes.
 
“Nós acreditamos que o CT05 é um bom ponto de partida para nós lidarmos com as novas regulamentações e os desafios associados, particularmente em termos de confiabilidade”, avaliou o chefe do time. “Nós temos muitas pessoas talentosas em Leafield que trabalharam sem descanso para dar vida a este carro e todos tiveram um papel para nos ajudar a superar as expectativas que traçamos”, continuou. 
Abiteboul se mostrou confiante na evolução do novo carro da Caterham (Foto: Caterham)
icon_foto As imagens da Caterham CT05                                               

 

“Nós, obviamente, não saberemos onde realmente estamos em relação aos outros times antes da primeira corrida, mas nós acreditamos que respondemos aos desafios apresentados pelo novo regulamento da melhor forma que podíamos”, avaliou. 

 
Na visão de Abiteboul, as mudanças na estrutura do time também são um bom indício de que as coisas podem sair melhores para a Caterham na temporada 2014. 
 
“Nós também temos uma boa razão para sermos positivos em relação a como este novo carro vai se desenvolver ao longo da temporada”, comentou Abiteboul. “Graças a nossa realocação em 2012 para o coração do ‘Vale da F1’ e um plano de recrutamento altamente seletivo, o nosso staff agora é uma boa mistura de experiência e jovens talentos, e nós mudamos nosso programa de túnel de vento para as instalações da Toyota, em Colônia, na Alemanha”, continuou. 
 
“Isso significa que nós estamos trabalhando em escala 60%, uma melhora significativa em relação a nossa instalação anterior e outro sinal de quão sérios nós somos sobre fazer um progresso real neste ano”, reforçou. 
 
O chefe do time também destacou a parceria com a Renault e com a Red Bull e avaliou que a experiência destes vitoriosos associados vai ajudar na evolução do time. 
 
“Na Renault Sport e na Red Bull Technology, nós temos parceiros técnicos que equiparam o time vencedor do Mundial nas últimas quatro temporadas e, enquanto somos realistas o bastante para saber que é muito improvável que nós estejamos competindo na frente do grid, não há razão para que não possamos lutar mais à frente do que fizemos desde que entramos no esporte em 2010”, avaliou. “Confiabilidade e gestão de energia terão um papel chave em 2014, especialmente no início da temporada, então a nossa experiência em trabalhar bem de perto com essas duas organizações desde 2011 vai, definitivamente, ajudar ao longo do ano”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube