Chefe da Ferrari ressalta reação, mas avisa: “O 2º lugar nunca será bom o bastante”

Perto de completar seu primeiro ano como chefe de equipe da Ferrari, Mattia Binotto destacou que o segundo lugar, repetido pela terceira vez, nunca será suficiente para a escuderia de Maranello, que venceu apenas três vezes em 2019

A Ferrari termina 2019 sem muito o que comemorar. Com apenas três vitórias em 20 corridas, o time novamente não foi páreo para a Mercedes, e viu os rivais conquistarem os títulos de pilotos e construtores mais uma vez.
 
Antes do GP de Abu Dhabi, que encerra o campeonato de 2019, o chefe de equipe Mattia Binotto analisou o ano de transição que o time viveu. Para ele, nunca será suficiente o segundo lugar para a escuderia que conquistou 15 títulos de pilotos e 16 de construtores, e por isso o trabalho segue forte para melhorar em 2020.
 
"É claro que terminar em segundo nunca será bom o suficiente para a Ferrari, e estamos ansiosos para um inverno intenso para continuar crescendo como grupo. O objetivo é voltar forte para os desafios que nos aguardam", declarou.
Sebastian Vettel (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Binotto citou que os italianos passaram por uma temporada de altos e baixos, mas relembrou as vitórias conquistadas, em especial a de Charles Leclerc, quarto colocado no campeonato, no GP da Itália, dias após a festa de aniversário de 90 anos do time.
 
"É claro que tivemos altos e baixos. A primeira parte da temporada não foi do jeito que pensamos, mas eu valorizo o jeito que nós permanecemos juntos, arregaçamos as mangas e lutamos. Em especial, a forma que reagimos após as férias, com três vitórias seguidas e uma sequência de seis poles, assim como nossa vitória em Monza, dias após nossa incrível celebração de 90 anos da Scuderia, em Milão, na frente de um grande público”, disse o chefe.
 
O GP de Abu Dhabi acontece entre os dias 29 de novembro e 1 de dezembro, com cobertura AO VIVO e em TEMPO REAL do GRANDE PRÊMIO.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar