Chefe da Ferrari revela desejo de incluir mulheres na Academia de Pilotos

A Academia de Pilotos da Ferrari vai crescer em 2020. Mattia Binotto, chefe da equipe italiana, revelou que o time está querendo incluir mais jovens talentos no programa, falando ainda do desejo de ter também mulheres como parte da academia

A Ferrari está constantemente buscando novos talentos para o grupo. Mattia Binotto, chefe da equipe, afirmou que a Academia de Pilotos vai crescer de número no próximo ano e ressaltou o desejo de incluir também pilotas mulheres.
 
Em 2019, a escuderia de Maranello decidiu inovar e ao invés de trazer um piloto com experiência para a equipe, fez a aposta em Charles Leclerc. O monegasco, parte da academia desde 2016, se mostrou bom investimento alcançando duas vitórias e terminando à frente de Sebastian Vettel na classificação.
 
Agora, o time está pensando em crescer o número de jovens competidores e quer até mesmo mulheres integrando a Academia de Pilotos. “Estamos aumentando o número de pilotos da Academia da Ferrari no próximo ano. Então, alguns outros pilotos vão entrar”, disse.
Charles Leclerc foi membro da Academia de Pilotos da Ferrari (Foto: Ferrari)

“Não estou na posição de dizer quantos ou quem, mas é algo que estamos trabalhando duro. A academia de pilotos é um importante investimento para nós, precisamos olhar para a futura geração de talentos da Ferrari”, seguiu.
 

“A Academia também vai olhar para mulheres no futuro, mulheres devem ser parte da Academia da Ferrari. É algo que estamos trabalhando no momento para ter certeza de que aconteça muito em breve”, emendou.
 
“Ferrari está sempre investindo no futuro para ter certeza de que podemos ser cada vez mais fortes no médio e longo prazo”, concluiu.
Nesta temporada, Tatiana Calderón foi a mulher que mais chegou perto da F1. Correndo na Fórmula 2, não conseguiu pontuar no campeonato e teve uma 13ª colocação como melhor resultado, correndo perigo de ficar sem uma vaga em 2020.
 
Enquanto isso, 2019 também marcou o nascimento da W Series, categoria exclusivamente para mulheres. Em campanha quase irretocável, Jamie Chadwick foi quem sagrou-se a primeira campeã da história. Entretanto, a pilota já reconheceu que o sonho de chegar à F1 está mais longe do que nunca.
 

Carregando…

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar