Chefe da Haas avalia “estranho” Grosjean: “Ótimo no dia bom e péssimo no dia ruim”

Guenther Steiner avaliou Romain Grosjean como um piloto sem meio do caminho: pode ser excelente, um dos melhores do grid quando vai bem, mas será um desastre se o dia não for dos bons. É estranho, como ele mesmo coloca

A Haas vai, em 2020, para o quinto ano dela no grid da Fórmula 1. Nestes cinco anos, duas constantes são o chefe Guenther Steiner, homem escolhido por Gene Haas para tocar a operação europeia, e Romain Grosjean, que lá está desde o primeiro ano. Após temporadas complicadas, porém, muito se questiona o motivo do francês continuar. Steiner fez a análise sobre o piloto que não tem área cinzenta.
 
Em entrevista exclusiva ao GRANDE PRÊMIO, Steiner fez piada sobre o francês cometer erros e explicou como entende Grosjean que, apesar de todos os defeitos, às vezes "é um dos melhores".
Romain Grosjean (Foto: Haas)
"Não. Nunca", brincou Steiner quando a equipe do GP citou os erros de Grosjean. "A coisa com Romain é muito estranha. Em um dia bom, ele é ótimo; em um dia ruim, ele é péssimo. Não tem nada no meio", disse. 
 
"Ele chegou em um nível da carreira onde precisa trabalhar muito nisso. Em dia bom, ele pode ser um dos melhores. Mas em um dia ruim… Ele é muito ruim. Não quero comparar. Espero mais dias melhores do que dias ruins", disse o italiano de 54 anos.
 
Durante a temporada 2019, Grosjean marcou apenas oito dos 28 pontos da Haas, enquanto Kevin Magnussen anotou os outros 20.
 
A reportagem completa com Steiner está aqui.
 

Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube