Chefe da Marussia traça meta realista para 2014: “Nosso próximo objetivo é estar regularmente no Q2”

Após superar a Caterham pela primeira vez na história, escuderia anglo-russa ainda evita falar em chance de pontuar, mas se vê a "menos de 1% de alcançar" avanço no grid

 
Depois de conseguir, em 2013, superar a Caterham pela primeira vez na história, a Marussia já se permite traçar metas mais ousadas. John Booth, chefe do time anglo-russo, pretende levar os carros rubro-negros com frequência ao Q2 já na temporada 2014 da F1.
 
Motivado, o britânico crê que deixar o limbo do grid é algo plenamente alcançável já desde o início do próximo campeonato. "Nosso próximo objetivo é estar no Q2 de forma regular. Isso é o que queremos e o que temos que fazer. Estamos a menos de 1% de alcançar isso agora", explicou o dirigente em entrevista ao site da emissora Sky Sports, neste sábado (4).
John Booth vê Marussia capaz de avançar ao Q2 (Foto: Marussia)
"O primeiro passo para melhorar é conseguir este 1% e começar a avançar regularmente ao Q2. Depois, podemos começar a pensar sobre marcar pontos", acrescentou, cauteloso.
 
Por fim, Booth admitiu que a incrível reação protagonizada na metade final do Mundial de 2013 e que valeu ao time deixar o último lugar entre os Construtores pela primeira vez desde os tempos de Virgin é algo estimulante para a equipe. "É uma grande motivação para todos. Nos dá confiança para o futuro e para o início da próxima temporada", finalizou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube