Chefe da Mercedes desiste de ir ao GP do Brasil para “focar em outros tópicos”

Toto Wolff tem assuntos para tratar na Europa. Dessa forma, o chefe da Mercedes decidiu se poupar de uma viagem ao Brasil. Esta será a primeira ausência do dirigente em um GP de F1 desde 2013, quando assumiu o cargo

Toto Wolff não estará presente em Interlagos nesta semana. O chefe da Mercedes comunicou nesta segunda-feira (11) a decisão de se abster de participar do GP do Brasil de Fórmula 1. A medida inusitada tem como objetivo permitir que o dirigente foque em “tópicos em aberto” a respeito da equipe na Europa.
 
“O GP do Brasil vai ser a primeira corrida que não vou acompanhar desde 2013”, comunicou Wolff. “Com os dois campeonatos garantidos, isso me dá mais tempo para ficar na Europa e focar em outros tópicos em aberto. É ótimo poder fazer isso e saber que a equipe vai representar a estrela de três pontas da Mercedes da melhor forma possível na pista”, seguiu. James Allison, normalmente diretor-técnico, passa a cumprir as funções de Wolff.
 
Os seis anos citado por Wolff, desde 2013, correspondem ao período atuando como chefe de equipe. O dirigente chegou apenas um ano antes do início da fase dominante da Mercedes na F1, em 2014 e durando até hoje.
Toto Wolff é ausência confirmada no GP do Brasil (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

A ausência, entretanto, não impede Wolff de cobrar que todos trabalhem pesado no Brasil. De longe, o dirigente espera que a equipe termine o ano “em alta”.

 
“Esse ano foi particularmente especial, tendo seis títulos duplos [de Pilotos e de Construtores], virando uma nova referência no esporte. Mesmo com essa conquista recorde, ainda me sinto faminto por novas conquistas. Não há um sentimento de complacência, todos estão determinados em seguir melhorando. É inspirador tem um grupo que segue o desejo da Mercedes de ser a melhor. Temos duas corridas restando em 2019 e queremos terminar o ano em alta”, encerrou.
 
Do ponto de vista da Mercedes, o GP do Brasil tem cara de amistoso. O Mundial de Construtores foi conquistado no GP do Japão, isso enquanto Lewis Hamilton e Valtteri Bottas asseguraram respectivamente o título e o vice no GP dos Estados Unidos.
 

Paddockast # 41
MAIORES VITÓRIAS DE HAMILTON NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar