Chefe da Mercedes mantém filosofia, nega preferência por Hamilton e garante igualdade de condições a Bottas em 2017

Em entrevista à emissora britânica BBC, Toto Wolff garantiu que não haverá distinção entre primeiro e segundo pilotos na Mercedes, mantendo assim a filosofia de igualdade que marcou a rivalidade entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg entre 2014 e 2016. Apesar de ser novo na equipe, Valtteri Bottas terá as mesmas condições do seu novo companheiro, Hamilton

 

Desde que a Mercedes se tornou a protagonista da F1, a partir de 2014, o chefão Toto Wolff sempre deixou claro que não haveria distinção entre primeiro e segundo pilotos dentro da equipe. Assim, Lewis Hamilton e Nico Rosberg tiveram de buscar seus respectivos espaços por suas próprias forças. Hamilton faturou os títulos de 2014 e 2015, mas Rosberg alcançou um feito histórico ao bater o rival e se tornar campeão no ano passado. Ao surpreender o mundo e anunciar sua aposentadoria, o alemão levou a Mercedes a correr atrás de um substituto: Valtteri Bottas foi o escolhido. E mesmo sendo novo na equipe, o finlandês terá as mesmas condições do seu novo e forte parceiro, Hamilton.

 
“As regras mudaram e tudo volta a começar do zero. Espero que tenhamos um carro suficientemente bom para vencer corridas e o título, mas vamos continuar dando as mesmas oportunidades a ambos”, garantiu Wolff em entrevista à emissora britânica BBC na última quinta-feira (16).
 
“O que mais gosto no esporte é que quem soma mais pontos é que é o campeão do mundo. E é um esporte mecânico, não se trata apenas dos dois pilotos lá fora na pista, mas se trata também de produzir dois carros para que eles possam tirar o melhor do seu talento”, assegurou o dirigente austríaco.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Wolff avisou que Bottas terá as mesmas condições em relação a Hamilton na Mercedes (Foto: Mercedes-Benz)
Wolff deu seu recado a Hamilton. No ano passado, o britânico enfrentou muitos problemas de confiabilidade no seu carro, o que acabou sendo decisivo para que Rosberg fosse campeão mesmo tendo menos vitórias que o rival (dez, contra nove do alemão). O chefe da Mercedes lembrou que em um esporte como o automobilismo não se trata apenas de talento, mas também de ter o equipamento mais confiável e também de sorte.
 
“Você vai ver temporadas onde o azar vai interferir, onde os problemas de confiabilidade interferem, quando a má pilotagem interfere… não estou dizendo que foi o caso de Lewis, mas vimos que com Nico há dois anos seu carro não foi confiável como um todo, e lembro que quando seu carro deu problemas nas últimas corridas e em Singapura”, recordou.
Wolff recordou os azares de Hamilton no ano passado e lembrou que o azar faz parte do esporte a motor (Foto: Reprodução/Facebook)
“De modo que ele sabe que é um esporte que não é como o tênis, que você tem uma raquete na mão e depende só da sua forma física, não se trata apenas do talento para vencer a corrida, mas é um esporte técnico, e assim sempre foi no automobilismo”, salientou o chefe de equipe da Mercedes.
 
Empolgado com o novo regulamento técnico, Wolff colocou a nova F1 como um fator a mais para motivar a Mercedes a seguir dando as cartas na F1. “Levamos muito tempo redefinindo nossos objetivos. A mudança na regra nos ajuda a dar essa motivação extra para fazer bem feito mais uma vez”, concluiu.

PADDOCK GP #65 RECEBE PIPO DERANI E FAZ PRÉVIA DO eP DA ARGENTINA DE F-E

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube