Chefe da Mercedes reconhece que chances de Wehrlein virar titular da Manor são pequenas e critica valores por vaga na F1

Toto Wolff, chefe da Mercedes, afirmou que as chances de Pascal Wehrlein, campeão do DTM e reserva da equipe alemã, conseguir uma vaga na Manor para 2016 estão cada vez melhores, especialmente devido aos valores pedidos pela equipe inglesa

As chances de Pascal Wehrlein, campeão do DTM, conseguir uma das vagas na Manor para a temporada 2016 estão bem menores neste momento, de acordo com Toto Wolff, chefe da Mercedes.
 
O jovem alemão, também piloto de testes da atual campeã da F1, está na luta para obter um lugar na menor equipe do grid e conta com o apoio de Wolff. 
Pascal Wehrlein (Foto: Mercedes)
O austríaco, entretanto, acha que o cockpit na equipe inglesa está caro demais. O dirigente falou sobre as negociações e sugeriu que o valor de € 4 milhões (algo em torno de R$ 17 milhões) estimados pela vaga "agora parece muito longe de ser suficiente".
 
"Com esses valores publicados pela imprensa por uma vaga como essa, ainda vão destruir a F1", afirmou Wolff.
 
A concorrência por um espaço na Manor é grande no momento. Rio Haryanto tem o apoio do governo da Indonésia para a empreitada na maior das categorias. O ministro de esportes ofertou R$ 63 milhões ao time, garantindo também espaço publicitário no bólido inglês. Alexander Rossi e Will Stevens também estão na briga.
 
Wehrlein, senão conseguir a vaga na F1, deve mesmo permanecer no DTM e defender o título conquistado neste ano.

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

PADDOCK GP EDIÇÃO #11: ASSISTA JÁ

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube