Chefe da Mercedes vê Red Bull perigosa em 2021: “Tem recursos e ambição”

Toto Wolff, chefe da Mercedes, acredita que Red Bull é, sim, ameaça em 2021 em termos financeiros e de talento disponível

A Netflix divulgou o trailer da terceira temporada de ‘Drive to Survive’

Com poucas mudanças no regulamento em relação ao domínio absoluto da Mercedes em 2020, a temporada 2021 é apontada por grande parte de público e crítica como digna de enorme favoritismo da Mercedes. Há, contudo, quem duvide disso. O chefe da Mercedes, por exemplo, crê que a Red Bull seja perigosa.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre os lançamentos dos carros da F1 2021

Toto Wolff, que também é diretor-executivo da Mercedes, enxerga na rival austríaca um desafio interessante por motivos financeiros e esportivos, avaliando o talento que há nos rubro-taurinos.

“A equipe tem recursos muito semelhantes aos nossos e são um time muito ambicioso. Contam com um piloto como Max, um jovem que tentar seguir na trilha de Lewis Hamilton, e com Sergio Pérez, um piloto que pode marcar pontos regularmente no Mundial de Construtores”, afirmou à rede inglesa de TV Sky Sports.

Max Verstappen é ameaça em 2021? (Foto: Red Bull Content Pool)

Apesar de colocar a Red Bull como ameaça, Wolff ainda tira tempo para exaltar o fato do pelotão intermediário ter evoluído e ser maior que em anos passados. Um passo em falso agora tende a custar muito mais caro.

“Se não der para vencer, que seja para ir ao pódio. É claro que não é mais possível cometer erros. De outra forma, você rapidamente termina em sexto ou sétimo”, finalizou.

As testes de Wolff começam a ser testadas durante os testes de pré-temporada, marcados para semana que vem, no Bahrein. O campeonato começa no mesmo local, mas no fim de semana de 28 de março.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube