Clientes da Mercedes, Williams e Force India correm com versão atualizada do motor no fim de semana do GP do Canadá

Todas as equipes que contam com motor Mercedes agora usam a última versão disponibilizada pela fábrica alemã. Depois que Lewis Hamilton e Valtteri Bottas usaram a unidade de potência atualizada em Barcelona, as clientes Williams e Force India têm à disposição o novo motor a partir deste fim de semana. O que se explica o bom desempenho dos carros até agora em Montreal

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Williams e Force India contam com um trunfo importante na briga particular no pelotão intermediário da F1. As duas equipes, clientes da Mercedes, recebem neste fim de semana a versão atualizada do motor desenvolvido pela fábrica alemã. Em Barcelona, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas usaram a nova unidade de potência, ainda que o finlandês tenha sofrido com problemas e voltou a uma versão antiga. 

 
Agora, no fim de semana do GP do Canadá, Felipe Massa, Lance Stroll, Sergio Pérez e Esteban Ocon já contam com a versão mais nova daquele que vem sendo nos últimos anos o melhor motor da F1.
Felipe Massa já acelera com o motor atualizado da Mercedes neste fim de semana (Foto: Williams/F1)
Assim, Williams e Force India passam a contar com a mesma versão usada pela equipe de fábrica da Mercedes. O cronograma para as clientes já era previsto pela Mercedes para entregar a nova atualização do motor após as seis primeiras corridas do campeonato. 
 
O motor consiste, no fim das contas, do motor de combustão interna (ICE), turbocompressor, MGU-H (gerador de calor), MGU-K (gerador de energia cinética) e a centralina (CE).
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Não à toa, Williams e Force India vem mostrando bom desempenho em Montreal. Na última sexta-feira, os carros rosa de Silverstone se destacaram bem no primeiro treino livre, enquanto Felipe Massa fechou o dia em sexto lugar, tempo obtido na segunda sessão no circuito Gilles Villeneuve.

 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP do Canadá, sétima etapa da temporada 2017 do Mundial de F1, por meio do livetiming.
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube