Com 21 etapas, calendário 2018 da F1 tem entrada da França e inédita ‘trinca’. E GP do Brasil está confirmado

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) apresentou nesta segunda-feira (19) o calendário da temporada 2018 da F1. Pela primeira vez, a programação foi feita com três corridas em sequência, além da esperada volta dos GPs da França e da Alemanha. GP do Brasil também já aparece sem ressalvas

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) apresentou nesta segunda-feira (19) a primeira versão do calendário 2018 da F1. Pela programação, a categoria máxima do automobilismo terá pela primeira vez uma sequência de três corridas, com os GPs da França, Áustria e Alemanha aparecendo de forma consecutiva.
 
Entre as novidades apresentadas pela programação está também a volta dos GPs da França e da Alemanha. Além disso, o GP do Brasil já aparece sem ressalvas, contrariando as declarações pessimistas feitas recentemente por Bernie Ecclestone.
GP do Brasil aparece confirmado no calendário de 2018 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Apesar de a F1 ter se reunido com diversos promotores para tentar elaborar um calendário que evite confronto de datas, o GP de Mônaco segue agendado para o mesmo fim de semana das 500 Milhas de Indianápolis.
A F-E também não escapou desses conflitos de datas. A série dos carros elétricos teve a programação de sua quarta temporada divulgada nesta segunda-feira e muitas das etapas coincidem com as provas da F1, como, por exemplo, o eP de Roma e o GP do Bahrein ou o eP de Paris e o GP do Azerbaijão. Até mesmo a final da temporada da F-E coincide com uma GP de F1, com Canadá e Hungria marcados para o fim de semana de 28 e 29 de julho. 
 
Outra mudança em relação ao programa deste ano diz respeito aos GPs do Azerbaijão e da Rússia. A prova em Baku foi antecipada e agora está agendada para 29 de abril, enquanto a corrida de Sóchi foi transferida para a segunda metade da temporada.
 
Tradicional abertura do Mundial, o GP da Austrália está marcado para 25 de março, com o GP de Abu Dhabi fechando o calendário de 21 etapas em 25 de novembro.

Calendário 2018 da F1

25/03 GP da Austrália Melbourne
08/04 GP da China Xangai
15/04 GP do Bahrein Sakhir
29/04 GP do Azerbaijão Baku
13/05 GP da Espanha Barcelona
27/05 GP de Mônaco Monte Carlo
10/06 GP do Canadá Montreal
24/06 GP da França Paul Ricard
01/07 GP da Áustria Red Bull Ring
08/07 GP da Inglaterra Silverstone
22/07 GP da Alemanha Hockenheim
29/07 GP da Hungria Hungaroring
26/08 GP da Bélgica Spa-Francorchamps
02/09 GP da Itália Monza
16/09 GP de Singapura Marina Bay
30/09 GP da Rússia Sóchi
07/10 GP do Japão Suzuka
21/10 GP dos EUA Austin
28/10 GP do México Hermanos Rodríguez
11/11 GP do Brasil Interlagos
25/11 GP de Abu Dhabi Yas Marina
 
O GP DO CANADÁ É PARA HAMILTON O QUE O GP DE MÔNACO FOI PARA SENNA?

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube