Com futuro indefinido, Nasr diz que Sauber ainda é um lugar atraente e Ericsson afirma: “É provável que eu continue”

Marcus Ericsson flertou com outras equipes nas últimas semanas, mas ao que tudo indica seu destino para 2017 é continuar onde está. Felipe Nasr não foi tão enfático quanto seu companheiro de equipe, mas declarou que seguir na Sauber ainda é uma opção boa para sua carreira na F1 no ano que vem

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Com a definição da dupla da Force India, restam poucas vagas no grid da F1 para a temporada 2017. Williams, Renault, Toro Rosso, Haas e Manor ainda não definiram seus pilotos para o ano que vem. A Sauber também está na mesma situação e ainda não sabe com quem contar no próximo campeonato, embora Monisha Kaltenborn tenha deixado claro que a dupla vai ser definida levando em conta a capacidade de seus patrocinadores. Marcus Ericsson, por exemplo, chegou a flertar com outras equipes, mas disse que a tendência é continuar onde está. Felipe Nasr não foi tão enfático quanto seu companheiro de equipe, mas vislumbra a permanência na Sauber como uma opção ainda atraente.
 
Em entrevista veiculada pela revista britânica ‘Autosport’, Nasr destacou o novo momento da Sauber após a venda do time para o fundo suíço de investimentos Longbow Finance.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Felipe Nasr ainda não definiu seu futuro para 2017 na F1 (Foto: Sauber)
“Eu vejo esta equipe seguindo em frente, vejo muitos pontos positivos acontecendo, várias boas pessoas estão chegando e eles estão à procura de mais. Então é realmente um passo em frente. Posso ver a equipe montando a estrutura, e posso ver que o desenvolvimento do carro vai ser totalmente diferente em relação a este ano. Os fundamentos do ano que vem estão todos seguindo no rumo certo”, salientou o brasiliense de 24 anos.
 
Questionado sobre como vislumbra a Sauber como opção para 2017, Nasr respondeu. “Ainda é um lugar atraente. É uma posição diferente de onde estávamos no começo do ano. Desde a compra da equipe, muita coisa mudou, e isso tudo é positivo”, complementou.
 
Ericsson, contudo, foi bem mais direto que o brasileiro e admitiu que deve continuar na Sauber no ano que vem. “Para ser sincero, parece que o mais provável é que eu continue aqui. Eu estou aqui há quase duas temporadas e gosto daqui. Agora a equipe está parecendo muito melhor, está seguindo no rumo certo, então para mim é mais atraente tentar ficar aqui. Precisamos esperar um pouco mais antes de garantir, mas está parecendo que é o mais provável agora”, declarou o piloto sueco.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O nórdico entende que a Sauber vai ter condições de pontuar com maior regularidade no ano que vem, deixando para trás o duro ano de 2016. Até o momento, o time suíço não somou pontos no Mundial de Construtores. Para Ericsson, é chegada a hora de dar o tão esperado passo em frente.

 
“Estou há quase três temporadas na F1 agora, preciso estar em um pacote onde eu possa realmente mostrar o que posso fazer e conseguir, em seguida, subir ao topo. Não posso me dar ao luxo de ficar na parte de trás do grid por mais um ano. Preciso estar em uma equipe do pelotão intermediário no ano que vem para que eu possa sempre estar no top-10 e mostrar meu talento como piloto. Sinto que eu desenvolvi muito e cresci, e quero mostrar isso para todo mundo”, finalizou.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube