Com Interlagos consternada, F1 aguarda chegada de francês Todt para definir procedimentos diante de atentado em Paris

A F1 também se abateu com a tragédia que atingiu a cidade de Paris na noite de sexta-feira (13). Equipes e pilotos já manifestaram pesar por meio das redes sociais, mas no paddock de Interlagos o assunto não é outro. A FIA, a entidade que rege o esporte, está localizada na capital francesa e o presidente Jean Todt é aguardado em Interlagos neste sábado

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A tragédia que se abateu em Paris na noite de sexta-feira atingiu também o paddock da F1 em Interlagos nesta manhã de sábado (14). Há um clima de consternação, e equipes e pilotos também já manifestaram pesar pelas vítimas nos atentados terroristas na capital francesa.
 
A sede da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), entidade que rege o esporte, também fica na capital francesa, e o presidente Jean Todt chegou nesta manhã ao Brasil. O francês ainda não está em Interlagos, mas sua chegada é aguardada com expectativa. 
 
A assessoria da FIA informou ao GRANDE PRÊMIO que disse que ainda não há nada confirmado sobre que posição a F1 vai tomar diante dos acontecimentos na França, mas uma decisão será tomada assim que Todt chegar ao autódromo paulistano.
Médicos amparam ferido em Paris (Foto: Getty Images)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Quanto aos pilotos, a maioria já expressou tristeza e apoio às muitas vítimas dos atentados. A Ferrari, por meio do Twitter, já disse que hoje vai evitar qualquer tipo de mensagem descontraída e que vai usar as redes apenas para informar sobre os dados de treinos e corrida. 

 
Paris se transformou num caos. As primeiras informações foram desencontradas, como normalmente funciona em situações como a dos ataques terroristas conjugados de hoje. Mas após horas de números de mortos conflitantes, oficiais da prefeitura parisiense falaram em 153 pessoas mortas nos seis ataques. 
 
Na manhã do sábado, 127 foi o número confirmado pelas autoridades. Cerca de uma centena deles, dentro do centro de artes Bataclan. Eram mais quase mil reféns no Bataclan quando a polícia invadiu o local após relatos desesperadores de que os terroristas estavam matando os prisioneiros sem qualquer pudor. Os atentados terroristas coordenados atacaram uma das maiores cidades do mundo.

No Twitter, a F1 se manifestou, dizendo que está pensando e rezando por todos os que foram afetados em Paris.

O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP do Brasil com grande cobertura 'in loco' com Flavio Gomes, Evelyn Guimarães, Fernando Silva e Rodrigo Berton. Acompanhe aqui.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Quer ganhar um super kit do GRANDE PRÊMIO no GP do Brasil de F1? Então participe do 'Traz mais um no GP'.É simples:…

Posted by Grande Prêmio on Quinta, 12 de novembro de 2015

PADDOCK GP COM FELIPE MASSA: ASSISTA JÁ

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube