Com Mercedes, Red Bull e Ferrari, Pirelli realiza em Abu Dhabi sessão final de testes com pneus mais largos para 2017

A Pirelli conduz nesta terça-feira (29) a última sessão de testes com os novos pneus da temporada 2017 da F1. E pela primeira vez, as três equipes de ponta, Mercedes, Red Bull e Ferrari, vão à pista para as atividades com os compostos mais largos. E Abu Dhabi foi o palco escolhido para essa última atividade

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
A Pirelli deu início na manhã desta terça-feira (29) à última sessão de testes com os novos pneus para temporada 2017 da F1. E o circuito de Abu Dhabi, palco da decisão do título deste ano no fim de semana, foi também escolhido como cenário final para os treinos. E pela primeira vez, as três equipes que conduziram as atividades da fornecedora italiana ao longo do ano foram juntas à pista. 

 
A Mercedes escalou Lewis Hamilton (manhã) e o reserva Pascal Werhlein (tarde). Será a primeira vez que o tricampeão vai testar com os novos compostos. Já a Red Bull vai correr com seus dois titulares, Daniel Ricciardo e Max Verstappen, enquanto a Ferrari chamou Kimi Räikkönen para os treinos.
Lewis Hamilton andou pela primeira vez com os novos pneus da Pirelli em Abu Dhabi (Foto: Pirelli)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Novamente, os carros usados não são os da temporada que se encerrou no último domingo. A equipe alemã está andando com o W06, modelo do ano passado, assim como o time austríaco, que trouxe o RB11. A esquadra italiana também optou pelo carro de 2015, o SF15-T. Os bólidos estão na pista com os pneus mais largos e pequenas modificações para atender as exigências de downforce das regras do próximo ano.

 
Ao longo de 2016, a fabricante de Milão conduziu testes nos circuitos de Fiorano e Mugello, na Itália, Barcelona, na Espanha, e Paul Ricard, na França, sempre com as três principais equipes do grid, mas sempre separadas. A primeira sessão aconteceu em 1º de agosto, na pista da Ferrari, e o responsável pelos trabalhos foi o tetracampeão Sebastian Vettel.
Kimi Räikkönen foi escalado pela Ferrari para os testes de pneus da Pirelli em Abu Dhabi (Foto: Pirelli)
De acordo com as novas dimensões, os pneus dianteiros vão ficar 60mm mais largos, passando dos 245 para 305mm. Os traseiros serão 80mm mais largos, passando dos 325 para 405mm. Tal configuração vale para todos os compostos, incluindo os intermediários e os de chuva forte. Todos eles seguirão tendo 13 polegadas. As mudanças fazem parte do conjunto de novas regras que visam deixar os carros da F1 mais velozes em 2017.
Daniel Ricciardo foi quem saiu primeiro com os pneus novos da Pirelli em Abu Dhabi (Foto: Pirelli)

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube