Com perda iminente do GP da Malásia, Ecclestone busca acordo para manter Cingapura no calendário da F1

O noturno GP de Cingapura já se tornou uma das provas mais esperadas do calendário. Com a retirada iminente do GP da Malásia, Bernie Ecclestone deixou claro que não vai medir esforços para manter ao menos uma das corridas no rico sudeste da Ásia

 

Nos últimos dias, Bernie Ecclestone criticou os organizadores do GP de Cingapura e afirmou que a cidade-estado “não quer mais seu GP”, sugerindo até mesmo ingratidão por parte dos promotores do evento. Mas o chefão da F1 voltou atrás nas suas declarações e deixou claro que tem muito interesse em manter a corrida noturna, ainda mais com a perda iminente do GP da Malásia do calendário.

 
À revista alemã ‘Auto Motor und Sport’, Ecclestone se mostrou insatisfeito com a postura das fábricas, afirmando, por exemplo, que “a Mercedes vai parar quando for conveniente para ela, e isso é algo que já vimos antes: olhe para Honda, BMW e Toyota. Eles partem quando a F1 ffez o trabalho por eles, não existe gratidão.”

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Depois de dizer que Cingapura não quer mais seu GP,  Ecclestone mostrou interesse em renovar o contrato (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“E é a mesma coisa com os organizadores. Veja o que nós fizemos por Cingapura. Sim, o GP custou muito dinheiro para Cingapura, mas nós também demos muito dinheiro a eles. De repente, Cingapura era muito mais do que só um aeroporto para onde ir e de onde partir. Agora eles acreditam que cumpriram seu objetivo e não querem mais um GP”, disse.
 
Contudo, ao falar com o diário local ‘Straits Times’, o patrão da F1 mudou o tom ao falar sobre os rumos do evento. “Todo mundo está feliz por estar em Cingapura e não queremos perdê-lo”.
 
“Minhas palavras foram tomadas de uma forma divertida. O que eu disse foi simples: ainda não foi tomada uma decisão. Há negociações e haverá uma solução em breve, seguramente antes do fim do ano. Queremos renovar a longo prazo. Vamos ver o que vai acontecer”, complementou Bernie Ecclestone.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube