Com pés no chão, Leclerc espera que Ferrari “sofra” no GP de Singapura

Charles Leclerc não conta com uma nova briga pela vitória no GP de Singapura, com um traçado que não joga a favor da Ferrari. O monegasco pediu que a equipe seja “realista” e entenda que é difícil manter o alto nível de performance das últimas semanas

O sucesso de Charles Leclerc nos GPs da Bélgica e da Itália dificilmente vai se repetir em Singapura. O monegasco, vindo das duas primeiras vitórias na Fórmula 1, diz ser “realista” quando o assunto é correr em Marina Bay com o SF90: por conta das características da Ferrari, o monegasco espera “sofrer” na prova noturna.
 
“A gente precisa ser realista”, disse Leclerc. “Diria que a gente já esperava que Spa e Monza fossem corridas muito boas para nosso carro, mas nós também sabemos que as próximas vão ser muito mais difíceis. Isso quer dizer que a gente precisa ser realista e, bem, não vai ser fácil. Principalmente em Singapura”, seguiu.
 
O pessimismo – ou realismo – de Leclerc tem a ver com a sequência de corridas do calendário. A Ferrari sofre para encontrar rendimento em pistas muito sinuosas, vide atuações decepcionantes na Espanha e na Hungria. A Red Bull, por sua vez, deve aparecer mais forte. Com Singapura e Japão pela frente, o momento é de relativa tensão.
A Ferrari vai ter mais dificuldades em Singapura do que na Bélgica e na Itália (Foto: Ferrari)

“Vai ser uma surpresa das boas se a gente andar melhor do que o esperado, mas nossa expectativa é de sofrer lá. Veremos na próxima semana”, encerrou.

 
Apesar do prognóstico negativo para as próximas semanas, Leclerc já se colocou em posição melhor no Mundial. O piloto subiu para quarto na classificação, superando o companheiro Sebastian Vettel e ficando colado em Max Verstappen, terceiro.
 
O GP de Singapura acontece já nesta semana, em 22 de setembro.
 

Paddockast #33
10 ANOS DE SECA BRASILEIRA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar