Com pneus duros, Hamilton supera Bottas e lidera TL1 na Hungria. Pérez fecha top-3

A Mercedes começou voando o fim de semana do GP da Hungria de Fórmula 1. Lewis Hamilton nem fez muita força para liderar e, com pneus duros, superou Valtteri Bottas, que anotou sua melhor marca com os compostos médios. A Racing Point voltou a andar bem e colocou Sergio Pérez em terceiro

Na última quinta-feira, Lewis Hamilton exaltou o trabalho feito pela Mercedes e disse que o W11 é “o melhor carro que já tivemos”. E como mais uma amostra do poderio do bólido preto, o hexacampeão do mundo sequer fez força para liderar o treino livre que abriu o fim de semana do GP da Hungria nesta manhã de sexta-feira (17). Mesmo com pneus duros, Hamilton marcou 1min16s003, 0s086 mais rápido que seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, que fez seu melhor tempo com os compostos médios.

A ‘trinca’ da Mercedes foi completada pela Racing Point de Sergio Pérez. O mexicano, com sério risco de perder lugar na futura Aston Martin para 2021 e ser substituído por Sebastian Vettel, virou 0s527 mais lento que Hamilton, mas superou em mais de 0s4 seu companheiro de equipe, Lance Stroll.

A surpresa foi a presença da Renault de Daniel Ricciardo em quinto, à frente da dupla da Ferrari, que apresentou ligeira melhora: Sebastian Vettel e Charles Leclerc fecharam em sexto e sétimo, respectivamente, à frente da Red Bull de Max Verstappen. Aliás, a equipe taurina, que foi pole no ano passado com o holandês, foi bem apagada nesta manhã, com Max em oitavo e Alexander Albon somente em 13º. Lando Norris, com a McLaren, foi o nono, enquanto Esteban Ocon fechou o top-10.

A Fórmula 1 volta a acelerar logo mais, a partir de 10h (horário de Brasília), com o segundo treino livre do GP da Hungria. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

F1; FÓRMULA 1; GP DA HUNGRIA; LEWIS HAMILTON; MERCEDES;
Lewis Hamilton liderou com facilidade o primeiro treino livre do GP da Hungria (Foto: Pirelli)

Saiba como foi o primeiro treino livre do GP da Hungria

A manhã desta sexta-feira em Hungaroring começou bastante nublada e até com algumas parcas gotas de chuva na abertura do primeiro treino livre, que teve Lando Norris, um dos grandes nomes da temporada, abrindo as atividades de pista. Em seguida, a maior parte dos pilotos completou as primeiras voltas de instalação e reconhecimento da pista.

A novidade da manhã foi a presença de Robert Kubica novamente no carro da Alfa Romeo, mas, desta vez, no lugar de Kimi Räikkönen, que volta a guiar o carro da equipe ítalo-suíça à tarde.

F1; FÓRMULA 1; RACING POINT; GP DA HUNGRIA; LANCE STROLL; TREINO LIVRE 1;
Lance Stroll chegou a colocar a ‘Mercedes rosa’ #18 no top-5 nesta manhã (Foto: Racing Point)

O primeiro piloto a marcar tempo foi Max Verstappen, pole-position do GP da Hungria no ano passado, que anotou 1min19s536 nos primeiros minutos da sessão desta manhã. O holandês registrou a marca com pneus duros.

Pouco depois, a Mercedes mandou Lewis Hamilton e Valtteri Bottas para a pista com pneus macios. O finlandês virou 1min17s765 no seu primeiro giro, melhorando depois para 1min16s559, sendo seguido por Hamilton. Mas, em seguida, o hexacampeão colocou o carro preto #44 na ponta com 1min16s126.

Kubica errou na entrada da curva 1 da pista magiar e rodou, mas sem maiores consequências. Por outro lado, enquanto as gotas começaram a ser mais frequentes, Nicholas Latifi colocou a Williams momentaneamente em terceiro, mas com o canadense usando pneus macios. Mesmo assim, foi 2s mais lento que Hamilton.

O top-3 da Williams não durou muito, já que Sergio Pérez, um dos protagonistas do GP da Estíria, virou 1min18s085, mas com pneus duros para a sua ‘Mercedes rosa’. Lance Stroll ficou cerca de 0s1 atrás do mexicano, em quarto. E lá atrás, Pierre Gasly ainda não tinha volta completada com sua AlphaTauri em razão de problemas no motor.

F1; FÓRMULA 1; RED BULL; GP DA HUNGRIA; ALEXANDER ALBON; TREINO LIVRE 1;
Alexander Albon teve uma manhã discreta em Hungaroring (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Na metade final da sessão, os programas se inverteram. A Mercedes mandou Hamilton de volta para a pista, mas com pneus duros, enquanto Bottas acelerou com os compostos médios. E equipes como McLaren, Racing Point e a Red Bull optaram pelos macios para a segunda parte do treino.

Mesmo com os médios, Bottas assumiu a ponta com 1min16s089. Pérez e Stroll se mantiveram em terceiro e quarto, respectivamente, após as primeiras voltas com os macios.

Com pneus médios, Daniel Ricciardo aparecia em quinto com a Renault, à frente da Ferrari de Sebastian Vettel, também com os compostos amarelos. A primeira volta de Verstappen com os macios não foi boa, com o holandês ficando só em sétimo, 1s346 mais lento que Bottas. Só depois é que surgia a outra Ferrari, de Charles Leclerc, em oitavo.

Pérez melhorou mais um pouco e ficou a 0s441 do tempo de Bottas, mantendo a terceira posição, antes de destruir o pneu dianteiro direito após travar tudo no fim da reta dos boxes para evitar uma batida. Já pilotos como Stroll e Verstappen reclamavam do tráfego intenso.

Hamilton deu mais uma amostra do poderio da Mercedes, considerado por ele o “melhor carro que já tivemos”. Mesmo com pneus duros com dez voltas já percorridas, o britânico fez o bastante para cravar 1min16s003 e se colocar à frente de Bottas por 0s086 de vantagem.

Com 10 minutos para o fim da sessão, Verstappen chegou a apresentar lentidão na pista, mas depois apresentou um ritmo normal. Contudo, a Red Bull ficou bem longe de impressionar neste início de fim de semana que apresenta, novamente, a Mercedes a um abismo de distância das rivais e numa liga própria em Hungaroring.

Fórmula 1 2020, GP da Hungria, Hungaroring, treino livre 1:

1L HAMILTONMercedes1:16.003 37
2V BOTTASMercedes1:16.089+0.08637
3S PÉREZRacing Point Mercedes1:16.530+0.52720
4L STROLLRacing Point Mercedes1:16.967+0.96435
5D RICCIARDORenault1:17.200+1.19728
6S VETTELFerrari1:17.238+1.23526
7C LECLERCFerrari1:17.404+1.40129
8M VERSTAPPENRed Bull Honda1:17.435+1.43228
9L NORRISMcLaren Renault1:17.523+1.52026
10E OCONRenault1:17.615+1.61235
11C SAINZ JRMcLaren Renault1:17.675+1.67232
12K MAGNUSSENHaas Ferrari1:17.713+1.71035
13A ALBONRed Bull Honda1:17.727+1.72428
14R GROSJEANHaas Ferrari1:17.890+1.88735
15N LATIFIWilliams Mercedes1:17.969+1.96631
16D KVYATAlphaTauri Honda1:18.292+2.28935
17A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:18.425+2.42230
18G RUSSELLWilliams Mercedes1:18.574+2.57129
19R KUBICAAlfa Romeo Ferrari1:19.150+3.14726
20P GASLYAlphaTauri Honda  
  Tempo 107%1:21.323+5.320 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube