Comissários da FIA punem Grosjean com três posições no grid de Mônaco após acidente no GP da Espanha

Romain Grosjean recebeu uma punição e vai largar três colocações atrás de onde se classificar no GP de Mônaco, em duas semanas, por conta do perigoso acidente que causou no GP da Espanha. Neste domingo (13), o francês tentou evitar a brita e colocou uma série de pilotos em perigo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Sem surpresas, os comissários da FIA responsáveis pelo GP da Espanha deste domingo (13) consideraram Romain Grosjean como culpado pelo acidente temerário da primeira volta. Como punição, o piloto da Haas perde três posições no grid de largada para o GP de Mônaco, em duas semanas.

 
O incidente aconteceu na curva dois do Circuito da Catalunha, quando Grosjean se assustou com um movimento do companheiro Kevin Magnussen, tentou mudar a direção do carro e acabou perdendo a frente. Saiu da pista, mas quis evitar a brita a todo custo. Voltou para a pista de maneira atrapalhada, de lado e sem qualquer controle, enquanto ainda acelerava o carro.
Romain Grosjean com a Haas quebrada (Foto: Reprodução/Twitter)
Se a corrida de Grosjean ficou imediatamente atrapalhada, ele ainda se colocou como uma barreira intransponível para Nico Hülkenberg e Pierre Gasly, que não conseguiram evitar as batidas. Sergey Sirotkin e Fernando Alonso escaparam por muito pouco.
 
A F1 volta em duas semanas, em 27 de maio, com o GP de Mônaco. Sebastian Vettel venceu a prova numa dobradinha da Ferrari em 2017. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube