Confira declarações dos pilotos após segundo dia de testes da F1 em Barcelona

Kimi Räikkönen foi o líder no segundo dia de testes da Fórmula 1 em Barcelona. O finlandês colocou a Alfa Romeo na ponta da tabela desta quinta-feira (20) com 0s256 melhor que Sergio Pérez, o segundo colocado. Daniel Ricciardo fecha o top-3

Kimi Räikkönen foi o mais rápido no segundo dia de testes da Fórmula 1 em Barcelona. Com 1min17s091 em sua melhor volta nesta quinta-feira (20), o finlandês colocou a Alfa Romeo na ponta da tabela, 0s256 à frente de Sergio Pérez, o segundo colocado. Daniel Ricciardo completa o top-3.
 
0s821 mais lento que o líder, Alex Albon ficou com a quarta colocação, seguido por Pierre Gasly, Sebastian Vettel, George Russell, Charles Leclerc, Lewis Hamilton e Lando Norris. 
Kimi Räikkönen (Foto: Twitter/Marca)
Paddockast #49
RAÍ CALDATO: O ARTISTA PREFERIDO DE LEWIS HAMILTON

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

Romain Grosjean cravou 1min18s496 e ficou em 11º, com Esteban Ocon e Valtteri Bottas fechando a lista de 13 participantes. 
 
Confira declarações dos pilotos:
 
Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
Daniel Ricciardo, terceiro: “Hoje foi um dia bom para mim, me senti cômodo no carro e estou contente com o trabalho que completamos. Tivemos um pequeno atraso no nosso programa, porque sofri um dano no assoalho ao tocar a zebra na curva 9 e tivemos que revisá-lo por precaução. Ainda assim, rodamos o suficiente para ter informações positivas para a equipe, então isso é positivo e uma boa base para amanhã”.
 
Alex Albon, quarto: “Foi um bom primeiro dia que tive com o RB16. Depois do trabalho do Max ontem, seguimos evoluindo e testando algumas coisas. Ambos tivemos quase as mesmas impressões, o que é bem positivo. Perdemos um tempo por um problema no motor, mas o resto do dia foi bem tranquilo. Trabalhamos no inverno em algumas áreas que estavam nos prejudicando um pouco, me senti muito bem no carro desde o início. Foi ótimo voltar ao carro, estou me sentindo bem e forte".
 
Pierre Gasly, quinto: “Estou contente com o dia de hoje. Senti muita falta de estar atrás do volante. O objetivo era fazer o máximo de voltas possível, pois este ano temos menos dias de pré-temporada, temos de ser mais eficientes e cobrir mais coisas. No geral, podemos estar satisfeito com a forma como as coisas funcionaram no carro. Nós provamos mais coisas em relação ao ano passado, também em termos de pilotagem, entendemos tudo e conseguimos resultados positivos. Têm muitas áreas para explorar, então precisamos focar nisso. Acho que estamos numa boa direção para os próximos dois dias. Agora temos de estudar tudo”.
 
 
George Russell, sétimo: “Foi um dia produtivo. Nós provamos muitas novidades aerodinâmicas para entender se os resultados coincidem com os do túnel de vento e do CFD. Nós aproveitamos a manhã para rodar bastante, o que é benéfico a curto prazo e produtivo para os trechos longos. Nós tivemos um pequeno problema que nos atrasou na sessão da tarde. Apesar de nem tudo ter corrido com planejado, foi produtivo. Os testes de inverno são para isso. Vamos seguir trabalhando para extrair o máximo desses seis dias de teste”.
 

#GALERIA(10032)
 
 
Romain Grosjean, 11º: “É positivo ver que o plano de rodagem correu bem, com tantas voltas. Isso é o que importa com dois dias a menos de testes. Dá para ver que o carro é muito confiável. Foi um dia positivo, com testes no carro para ver onde ele chega. De manhã, sempre é complicado colocar os pneus na temperatura, também quando o sol baixa. Agora vamos analisar as opções para o plano de amanhã. Não vamos nos concentrar no rendimento, isso será para a semana que vem. Agora temos simplesmente de pilotar o carro e aprender tudo que pudermos”.
 
Valtteri Bottas, 13º: “Completamos 77 voltas, um bom número. Mas tivemos a tarde interrompida por um problema que complicou um pouco nosso dia, mas foi um dia de aprendizado, de qualquer jeito. Tivemos boa quilometragem e quase completamos uma simulação toda de corrida. Conseguimos bastante experiência e muitas informações para seguir desenvolvendo o carro. Para mim, pessoalmente, temos muito o que aprender com as simulações de corrida. O carro está indo bem, espero um dia sem incidentes amanhã".

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube