Consultor confirma que vaga na Red Bull em 2020 fica entre Albon e Gasly

Consultor da Red Bull, Helmut Marko confirmou que a disputa pela vaga de companheiro de Max Verstappen está mesmo entre Pierre Gasly e Alex Albon. O russo Daniil Kvyat fica na Toro Rosso por mais um ano

Em um final de semana de notícias importantes sobre a formação do grid para a temporada de 2020, como a saída de Robert Kubica da Williams e a permanência de Romain Grosjean na Haas, a Red Bull também aproveitou para falar sobre a disputa pela vaga de companheiro de Max Verstappen. O consultor Helmut Marko ratificou que a briga está restrita a apenas dois pilotos: Alexander Albon e Pierre Gasly. 
 
Ainda de acordo com Marko, o russo Daniil Kvyat já está garantido para um dos lugares na Toro Rosso no ano que vem. 
Daniil Kvyat vai seguir com a Toro Rosso, enquanto Pierre Gasly segue na briga com Alex Albon pela vaga ao lado de Max Verstappen na Red Bull (Getty Images/Red Bull Content Pool)

 "Nós vamos fazer nossa avaliação depois do México. Kvyat está confirmado para o próximo ano. Isso está claro, pelo menos internamente. Então está entre Gasly e Albon [para fazer dupla com Verstappen]", disse o austríaco em entrevista à emissora Sky Sports F1. 

 
Albon assumiu a segunda vaga na Red Bull após as férias de verão da Fórmula 1, trocando de lugar com Gasly. O francês foi rebaixado para a Toro Rosso por não ter apresentado os resultados esperados pela equipe principal. Enquanto isso, Kvyat está em seu ano de retorno à Fórmula 1, após passar por uma situação similar à de Gasly em 2016, chegando a ser removido da Toro Rosso no meio da temporada de 2017.
 

O GP de Singapura da F1 está marcado para o domingo (22), às 9h10 (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube