De olho em vaga na temporada 2017 da F1, Vandoorne lança aviso para McLaren: “Posso ir para outro lugar”

Com contrato chegando ao fim, Stoffel Vandoorne avisou que pode deixar o time de Woking se não tiver uma vaga no grid de 2017. Novo diretor-executivo do time, Jost Capito avaliou que o belga está pronto para o Mundial

Stoffel Vandoorne não parece mais disposto a ficar esperando uma vaga na F1. Com seu contrato com a McLaren se aproximando do fim, o belga avisou que pode correr em outro lugar se tiver um lugar no grid da temporada 2017.
 
Atual campeão da GP2, o piloto da 24 anos fez sua primeira prova no Mundial em 2016, quando teve de substituir o lesionado Fernando Alonso no GP do Bahrein. Embora tenha impressionado por sua boa atuação, Vandoorne ainda não sabe se será titular da McLaren no próximo ano, já que o futuro de Jenson Button ainda está em aberto.
Stoffel Vandoorne avisou que vai estar no grid de 2017 da F1 (Foto: Getty Images)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“Meu contrato termina no fim de 2016”, lembrou Vandoorne em entrevista à publicação belga ‘La Derniere Heure’. “Então eu estou em uma posição bem confortável. Se eles não puderem me garantir uma vaga na F1 para 2017, posso ir para outro lugar”, avisou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Questionado se esse outro lugar pode ser o time de fábrica da Renault, Stoffel respondeu: “Sim. Ou outro lugar. Ainda têm outras vagas disponíveis, mas não posso dizer nada além disso”.
 
“A única coisa que eu posso confirmar é que eu tenho de guiar na próxima temporada na F1. E eu espero, de todo coração, que seja com a McLaren”, completou.
 
Novo diretor-executivo da McLaren, Jost Capito avaliou que Vandoorne está pronto para a estreia na F1, mas destacou que ainda não está envolvido no processo de tomada de decisões. O dirigente deixou recentemente seu posto na equipe da Volkswagen no WRC.
 
“Até 31 de agosto, eu ainda estou com a Volkswagen”, explicou Capito à publicação alemã ‘Auto Bild’. “Isso não faria sentido. Você tem de fazer esses trabalhos de forma completa, do contrário, arrisca tomar as decisões erradas”, seguiu.
 
Uma das principais decisões para o próximo ano é quem formará dupla com Fernando Alonso na McLaren. Uma escolha da qual Capito fará parte.
 
Indagado se Vandoorne daria um bom companheiro de equipe para Alonso, Jost respondeu: “Acho que Stoffel está pronto para a F1”.
 
“Ele já mostrou isso no Bahrein. Eu estava no Bahrein e vi que ele fez um trabalho profissional assim como fez a vida toda. Então ele está, definitivamente, pronto para a F1”, insistiu. 
 
Além disso, a McLaren também terá de convencer Alonso a renovar com o time para além de 2017. O asturiano, no entanto, já admitiu que não está curtindo a F1 tanto quanto antigamente.
 
“Não faz sentido trabalhar com um piloto que não está curtindo, mas acredito que os novos carros serão divertidos outra vez”, avaliou. “Também estou convencido de que a McLaren do próximo ano não será um carro ruim. No momento, não sei os detalhes, mas mesmo de forma, você pode ver que o time progrediu bastante”, seguiu.
 
Na avaliação de Capito, a própria Honda deu um grande passo à frente em termos de performance em comparação com um 2015 para lá de difícil.
 
“A Honda ainda está em fase de aprendizado e, também por conta do regulamento, é difícil dar grandes passos durante a temporada”, ponderou. “Mas acho que a liderança na Honda agora entende o esporte a motor e as necessidades do time. A cooperação certamente parece estar indo muito bem”, concluiu.
PADDOCK GP #43 DEBATE INDY E MOTOGP E FAZ PRÉVIA DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube