De saída da McLaren, Magnussen visita Porsche com vistas em vaga em Le Mans em 2016, diz jornal

Um jornal dinamarquês revelou que Kevin Magnussen já visitou a Porsche para conversar sobre uma vaga no time da montadora alemã para a temporada 2016 do Mundial de Endurance

Kevin Magnussen pode se tornar mais um piloto a deixar o Mundial de F1 e correr no Mundial de Endurance. De acordo com o jornal dinamarquês ‘BT’, o piloto inclusive já foi até Stuttgart para conversar com a Porsche a respeito de um lugar no time alemão para andar nas 24 Horas de Le Mans em 2016.
 
Titular da McLaren em 2014, Magnussen perdeu o posto de titular para Fernando Alonso em 2015, e está prestes a deixar de vez a McLaren no final deste ano.
Kevin Magnussen testou com a McLaren em 2015 e até tentou correr no GP da Austrália, no lugar de Fernando Alonso, mas o motor Honda quebrou antes da largada (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
A Porsche ainda não confirmou os planos, mas deve repetir em 2016 expediente semelhante ao deste ano: dois carros na temporada inteira do WEC e um terceiro nas 6 Horas de Spa e nas 24 Horas de Le Mans.
 
Foi justamente este terceiro carro que, em 2015, conquistou a vitória em Sarthe conduzido por Nico Hülkenberg, Nick Tandy e Earl Bamber.
 
Segundo a publicação, entretanto, Magnussen não está pronto para desistir da F1 e gostaria de encontrar uma vaga como piloto reserva. Assim, manter-se-ia ligado a uma escuderia e com a chance de aproveitar uma eventual abertura de vaga em 2017.
 
A Porsche, avaliando candidatos para o futuro, também vai fazer um teste com Juan Pablo Montoya em novembro no Bahrein.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube