“De volta para casa”: Kubica reestreia e vê que DNA da Alfa Romeo é “o mesmo”

Robert Kubica estreou na Fórmula 1 em 2006, pela então BMW Sauber - hoje, equipe que leva o nome de Alfa Romeo, que o polonês guiou pela primeira vez nesta manhã, em Barcelona, como piloto reserva

Robert Kubica estreou na Fórmula 1 em 2006, quando Jacques Villeneuve deixou a BMW Sauber em meio à temporada, abrindo o posto de titular para o até então reserva polonês. 14 anos depois, ele está de volta à equipe, cujo nome agora é Alfa Romeo.

E, na manhã desta quarta-feira (19), em Barcelona, Kubica enfim oficializou seu retorno – não no papel do contrato, mas sim na pista. Ele guiou o C39 na primeira parte do dia de abertura da pré-temporada da F1, anotando o oitavo tempo: 1s153 acima do 1min17s313 de Valtteri Bottas, o líder.

Robert Kubica (Foto: Alfa Romeo)

E se sentiu completamente familiarizado: "Estou em um papel diferente em relação a 2006, mas é bom ver alguns dos mesmos rostos, mesmas pessoas que fizeram com que tudo fosse possível para mim."

"Muitas coisas mudaram porque a F1 mudou muito, e a equipe está se desenvolvendo, mas o DNA do time continua o mesmo. Estou finalmente de volta para casa e espero ter um bom ano", comentou. 

Ele também se disse pronto para correr em alguma etapa caso haja necessidade: "Como reserva tenho algumas tarefas, mas não significa que estarei de férias. Estarei, provavelmente, em quase todas as corridas, então, caso seja necessário, e espero que não, se algo acontecer a Kimi [Räikkönen] ou a Antonio [Giovinazzi], estarei pronto."

Robert Kubica participou da sessão de testes do DTM em Jerez (Foto: BMW Motorsport)

Por fim, como pilotar no simulador será grande parte de seu trabalho, analisou o que espera: "É um tópico grande na F1 atual, já que os testes são limitados. Mas dá bastante trabalho e necessita de muito tempo e esforço."

"Temos um novo simulador, e tentamos desenvolvê-lo para que trabalhe bem e, espero, nos dará uma boa ferramenta para nos prepararmos para corridas", concluiu. 

O GRANDE PRÊMIO cobre AO VIVO, em TEMPO REAL e 'in loco' os testes de pré-temporada da F1 em Barcelona com o repórter Vitor Fazio. Siga tudo aqui.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube