Depois de “teste” na Austrália, Grosjean sonha com “fim de semana fácil” para Lotus no GP da Malásia

Romain Grosjean sofreu com o desempenho caótico do E22 ao longo das atividades em Melbourne, palco da abertura da temporada 2014 da F1. Para Sepang, contudo, a expectativa é de melhora: "Agora temos uma base clara de acerto para o GP da Malásia"

 
Romain Grosjean foi um cômico coadjuvante do GP da Austrália, etapa que abriu a temporada 2014 da F1. O destempero do francês a cada diálogo via rádio com seu engenheiro na Lotus chamou a atenção e arrancou risos de quem acompanhou a prova. Suas manifestações acintosas de insatisfação com o desempenho do E22 vieram em um tom tão fora do habitual que acabaram por roubar a cena.
 
Apesar da clara infelicidade, no entanto, o francês ainda conseguiu ver pontos positivos na atuação da equipe em Melbourne. O que pareceu desastroso para quem acompanhou de fora, para Grosjean foi uma espécie de início de trabalho – ou, como o próprio afirmou, um complemento dos pouco produtivos testes da escuderia inglesa na pré-temporada.
 
“Ainda temos muito trabalho a fazer. O GP da Austrália foi positivo, aprendemos mais sobre o carro em 44 voltas de corrida do que durante toda a pré-temporada. A equipe tem trabalhado duro, e todas as mudanças foram na direção certa”, afirmou Romain.
Romain Grosjean: desanimado até para dar autógrafos… (Foto: Getty Images)

“O objetivo, agora, é ter um fim de semana fácil em Sepang, trabalhando em nossa programação nos treinos livres e, em seguida, levando as melhorias para a classificação e a corrida. Este é um dos meus circuitos favoritos, então estou ansioso”, disse.
 
O GP da Malásia, segunda prova de 2014, merece atenção especial de Grosjean por ser um dos seus preferidos, mas isso não o impediu de apontar dificuldades comuns por lá.

“O primeiro desafio na Malásia será o calor, a umidade e as tempestades habituais no fim da tarde. Para nós, como equipe, a meta é avançar e melhorar. A corrida em Melbourne foi basicamente um teste, um longo e bom teste”, reiterou o gaulês.
 
“Queremos continuar a fazer grandes progressos, como na Austrália, e não apenas um ou dois décimos. E, claro, melhorar a confiabilidade. Vamos trabalhar o máximo possível para conseguir isso”, prosseguiu. “Há muitas áreas onde podemos evoluir, mas agora temos uma base clara de acerto para o GP da Malásia”, encerrou Grosjean.
 
A etapa em Sepang ocorre no próximo dia 30.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube