Deputado do Reino Unido afirma que crise na Rússia pode impedir GP inaugural em Sochi em 2014

Richard Ottaway, presidente do Comitê de Assuntos Exteriores da Câmara dos Comuns do Reino Unido, avaliou que a crise na Rússia pode impedir a realização da etapa da F1 em Sochi. Deputado destacou que se novas sanções forem impostas, Mundial terá dificuldade por conta das restrições no fluxo de dinheiro

A cobertura completa do GP da Espanha no GRANDE PRÊMIO
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

A Rússia garantiu uma vaga no calendário 2014 da F1, mas a realização da prova foi mais uma vez colocada em xeque. Richard Ottaway, presidente do Comitê de Assuntos Exteriores da Câmara dos Comuns do Reino Unido, afirmou que o Mundial pode ter dificuldades para realizar a prova em Sochi por conta das sanções impostas ao país por conta da crise com a Ucrânia.
 
No mês passado, a agência de notícias russa Ria Novosti noticiou que a carreira de Sergey Sirotkin também pode ser abalada pela crise. Segundo a agência, a ligação entre Boris Rotenberg, dono do banco SMP, apontado como responsável por evitar um colapso financeiro da Sauber, e o presidente Vladimir Putin colocou em risco a carreira de vários atletas do país, inclusive o piloto.
Sochi deve receber F1 pela primeira vez na temporada 2014 (Foto: Clive Mason/Getty Images)
Ainda de acordo com a Ria Novosti, por ser “amigo de infância” e pertencer ao “circulo” de Putin, Rotenberg foi incluído nas sanções aplicadas à Rússia por países europeus e pelos Estados Unidos. O SMP Racing, braço esportivo do banco, por sua vez, confirmou que suas contas bancárias europeias foram congeladas.
 
Semanas atrás, entretanto, Niki Lauda, presidente não-executivo da Mercedes, descartou que a prova fosse ser alvo de um boicote por conta da crise na Crimeia.
 
Desta vez, Richard Ottaway, presidente do Comitê de Assuntos Exteriores da Câmara dos Comuns do Reino Unido, disse ao jornal britânico ‘Times’ que a crise na Crimeia tornou a realização GP da Rússia de F1 uma perspectiva “loucamente irrealista”.
 
“Se uma nova rodada de duras sanções for introduzida, a F1 pode achar impossível realizar a corrida por conta das restrições ao fluxo de dinheiro”, justificou Ottway.
 
Prova inaugural em Sochi, o GP da Rússia, 16ª etapa da temporada 2014 da F1, está marcado para o dia 12 de outubro, pouco após a corrida do Japão. 

GRANDE PRÊMIO EUROBIKE
Faça agora suas apostas para o GP da Espanha e concorra a uma viagem


GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube