Desenvolvedora do game da F1, Codemasters é vendida para EA por R$ 6 bilhões

A Electronic Arts fechou acordo para assumir a gestão da Codemasters, que desenvolve o jogo oficial da Fórmula 1 desde 2009 de forma ininterrupta

A segunda-feira (14) foi de notícia importante no mundo dos videogames. A Codemasters, companhia que desenvolve o jogo oficial da Fórmula 1 desde 2009, fechou acordo de venda para a Electronic Arts, mais conhecida como EA, em um acordo bilionário.

A EA compra a Codemasters pela quantia de US$ 1,2 bilhão, ou R$ 6,12 bilhões. Já há um acordo entre as duas partes, restando apenas questões burocráticas antes de um anúncio formal.

“A Electronic Arts e a Codemasters compartilham a ambição de liderar a categoria de jogos de corrida”, disse Gerhard Florin, presidente da Codemasters. “A direção da Codemasters acredita firmemente que a companhia pode se beneficiar do conhecimento e da escala global da EA, tanto no geral quando no gênero de automobilismo. Sentimos que essa união significa um futuro próspero e empolgante, permitindo jogos maiores e melhores para um público extremamente apaixonado”, seguiu.

A Codemasters tem novo dono: a EA (Foto: Divulgação/Codemasters)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Para a Codemasters, a venda representa um trampolim na busca por ainda mais sucesso com suas franquias. Do ponto de vista da EA, a compra permite maior variedade no gênero de automobilismo: a companhia que tinha apenas o Need for Speed passa agora a ter acesso ao jogo oficial da F1, além de outras séries como Project Cars, DiRT e Grid.

Os jogos oficiais de F1 se tornaram ainda mais importantes em anos recentes. Além do apelo ao público geral, a franquia virou plataforma para eSports. A categoria promove seu próprio campeonato desde 2017, usando sempre o videogame oficial, e com premiação e audiência crescente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube