Di Resta está perto de fechar acordo com Mercedes para cargo de piloto reserva em 2014 na F1, diz revista

De acordo com a revista britânica 'Autosport', Paul di Resta está perto de firmar um acordo com a Mercedes para ocupar o cargo de terceiro piloto na equipe alemã em 2014 na F1. O escocês foi contratado pela marca para competir no DTM

Paul di Resta via retornar ao DTM em 2014 (Foto: Daimler)

Paul di Resta está perto de garantir o posto de piloto reserva da Mercedes em 2014 na F1. A informação é da revista inglesa 'Autosport'. Nesta terça-feira (21), a montadora alemã anunciou a contratação do escocês para o DTM, categoria em que foi campeão pela marca em 2010. Di Resta ficou sem vaga na F1 depois de três temporadas.

De acordo com a publicação britânica, o ex-piloto da Force India vai dividir o trabalho no campeonato germânico com o cargo de reserva na equipe de F1 como forma de tentar assegurar um retorno no futuro.

Embora tenha negado qualquer acordo, Di Resta não descartou a possibilidade. "Por enquanto, não há nada. Estou triste de deixar a F1, mas eu vivi três anos incríveis e não estou saindo por falta de performance, foram outros os motivos. Ainda sou jovem o bastante e acho tenho capacidade para voltar se a oportunidade certa aparecer", disse o piloto à 'Autosport'.

"Correr no DTM faz sentido e me permite fazer algo com a F1, para tentar manter um pé lá também", completou Di Resta, acrescentando que, apesar de estar totalmente focado no DTM, a Mercedes sabe que seu objetivo principal é voltar para a F1.

"Eu acho que a Mercedes está consciente de onde eu desejo estar e tenho todo o apoio deles. Minha meta é estar novamente envolvido com a F1. E eu posso contar com a equipe para isso, porque já estive lá. Agora, é esperar para ver o que acontece, mas no momento não há nada. Eu preciso me concentrar no DTM antes, me esforçar e aí explorar todas as oportunidades", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube