Diretor-esportivo, Brawn fala em trabalhar com FIA e equipes para tornar F1 “mais atraente para os fãs”

Diretor-esportivo da F1, Ross Brawn falou em trabalhar em conjunto com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e as equipes para tornar o Mundial mais atrativo para os fãs. Dirigente reconheceu, no entanto, que não mudar o regulamento sozinho

 
Diretor-esportivo da F1, Ross Brawn prometeu agir se as corridas da temporada 2017 da F1 não foram empolgantes o bastante. Dirigente reconheceu, entretanto, que não pode fazer tudo sozinho.
 
O Mundial introduziu um novo regulamento em 2017, mas o GP da Austrália, prova que abriu a temporada, foi alvo de muitas críticas, com alguns pilotos, inclusive, dizendo que era impossível ultrapassar.
Ross Brawn falou em trabalhar com equipes e FIA para melhorar a F1 (Foto: Twitter)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ciente das dificuldades criadas pela nova geração de carros da F1, Brawn admitiu que não pode simplesmente mudar as regras para tornar as provas melhores, mas falou em buscar um caminho atuando em conjunto com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e as equipes.
 
“Não posso dizer que tenho como mudar as regras quando as corridas não forem empolgantes o bastante, não posso individualmente decidir se as regras devem ser diferentes”, disse Brawn. “Vamos fazer isso em conjunto”, seguiu.
 
“No entanto, se parecer que certos aspectos do regulamento não agradam, vamos dar nossos passos”, avisou. “Vamos trabalhar com a FIA e os times para tornar mais atrativo para os fãs”, completou.
 
DEBATE QUENTE SOBRE AS ESTREIAS DE F1 E MOTOGP. ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube