Diretor-técnico deixa Alfa Romeo e retorna à Ferrari por foco em projeto para 2021

Um ano após deixar o time italiano para se tornar diretor-técnico da Alfa Romeo, Simone Resta retorna à Ferrari para ser braço direito de Mattia Binotto e ajudar no desenvolvimento do carro para a temporada 2021 da Fórmula 1. Jan Monchaux foi anunciado como seu substituto

Simone Resta está de volta à Ferrari. Um ano após deixar o time para se tornar diretor-técnico da Alfa Romeo, o engenheiro italiano deve encabeçar o projeto para a temporada 2021, e retorna ao time de Maranello no mesmo posto que ocupava na equipe anterior.
 
A Alfa Romeo confirmou a saída de Resta ao fim do mês, e oficializou que Jan Monchaux, chefe de departamento de aerodinâmica, assumirá o posto de diretor-técnico.
Sebastian Vettel (Foto: Ferrari)
"Estou muito animado por este novo desafio e ansioso para começar meu novo trabalho. Os donos, equipe e chefe estão mandando uma mensagem forte para a companhia. Eles valorizam continuidade, acreditam na equipe existente e o trabalho que fizemos. Agora cabe a nós provar que estão certos, mas estou convencido que nosso futuro é brilhante", declarou Monchaux em nota oficial.
 
Por regra, um membro deve esperar três meses antes de assumir uma nova posição em outra equipe. A Ferrari deve manter Resta no departamento de desenvolvimento de carros, em Maranello, visando a temporada 2021. O engenheiro deve se tornar braço direito de Mattia Binotto, que ocupava o posto até assumir como chefe de equipe depois da saída de Maurizio Arrivabene.
 
Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube