Em alta, Bianchi celebra boa atuação em 2013, mas cobra a si mesmo: “Tenho de estar cada vez melhor”

Premiado pela revista 'Autosport' como melhor estreante do ano, francês foi peça determinante para que a Marussia encerrasse o Mundial de Construtores à frente da Caterham pela primeira vez na história: "No final da temporada, fiz minhas melhores corridas, como em São Paulo e Austin", admitiu o jovem protegido da Ferrari

 
Embora não tenha sido o novato com melhores resultados na temporada 2013 da F1, já que não chegou a pontuar, Jules Bianchi foi o estreante de maior destaque na categoria ao longo do último campeonato. Após conseguir vaga na Marussia de última hora, já que o então contratado Luiz Razia perdeu o lugar no time por questões financeiras, o jovem francês, protegido da Ferrari, fez um ótimo campeonato e mostrou boas atuações.
 
Tão boas que lhe valeram o título na categoria 'Estreante do Ano' na já tradicional premiação da revista britânica 'Autosport', o Autosport Awards. Seu desempenho foi considerado determinante para que a escuderia russa conseguisse encerrar pela primeira vez o Mundial de Construtores em décimo lugar, à frente da rival Caterham.
 
Bianchi admitiu que teve um bom ano de estreia na F1. "Tenho que estar cada vez melhor durante toda a temporada", afirmou o francês nesta quinta-feira (5). "O início do ano foi melhor em comparação com a Caterham, porque acho que o carro era mais rápido, muito mais rápido. Mas eles nos alcançaram e se tornaram muito mais rápidos do que nós. No final da temporada, fiz minhas melhores corridas, como em São Paulo e Austin", disse.
Jules Bianchi foi destaque entre os novatos de 2013 (Foto: Getty Images)
"Foram corridas muito melhores do que as que fiz no início da temporada. Então, isso é bom para mim, bom para minha confiança agora" – consequentemente, bom para o moral. "Acho que estarei muito mais preparado no próximo ano do que estive neste."
 
Em relação ao campeonato de 2014, Bianchi – único piloto confirmado na Marussia até o momento – crê que o time dará um grande salto de qualidade, por já ter uma boa base de trabalho em um ano que exigirá entrosamento da equipe por conta das novas regras.
 
"É difícil saber o que esperar, porque ainda não pilotei no simulador, então não sei como vai ser o motor", ponderou. "Com certeza, faremos um grande passo à frente, porque vamos começar do zero novamente e agora a equipe é muito melhor do que era há quatro anos. Então, vamos começar muito mais perto dos outros e isso será muito bom para nós."
 
O melhor resultado de Bianchi em 2013 foi um 13º lugar no GP da Malásia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube