Em processo de despertar, Schumacher não responde a estímulos, revela jornal alemão

De acordo com o jornal alemão 'Bild-Zeitung' desta segunda-feira (10), Michael Schumacher não está respondendo os estímulos. Os médicos iniciaram há duas semanas o processo de redução de medicação, pra despertá-lo do coma depois do acidente de esqui que sofreu no fim do ano passado


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Duas semanas após o início do processo para despertar Michael Schumacher do estado em que se encontra depois do acidente de esqui na França, a lenda da F1 continua em coma. A informação é do diário alemão 'Bild' desta segunda-feira (10). A publicação afirmou também que o heptacampeão apresentou contrações reflexas desde que a medicação foi reduzida, mas que ainda não responde aos estímulos.

No fim do mês passado, a assessora do alemão, Sabine Kehm, falou sobre o processo de recuperação do piloto, apontando para um período em que muita paciência será necessária. "A sedação do Michael está sendo reduzida para permitir que se inicie o processo de acordar, algo que pode levar muito tempo”, explicou Sabine.

Ross Brawn visitou Michael Schumacher no hospital (Foto: Getty Images)

Nenhuma informação adicional sobre o estado de Schumacher foi dada pelos médicos ou pela própria assessora após o anúncio da diminuição dos remédios.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O 'Bild' informou na reportagem que a esposa do ex-piloto, Corinna, que está sempre ao lado do marido no hospital, está seguindo à risca o conselho dos médicos, conversando o tempo inteiro com o alemão de 45 anos.

O jornal também revelou que Ross Brawn, que recentemente anunciou a aposentadoria da F1, fez uma visita a Schumacher nos últimos dias, despistando a imprensa que ainda se mantém no hospital em Grénoble.

Enquanto isso, entende-se que os investigadores franceses devem apresentar em breve um relatório de conclusão do acidente, mas o 'Bild' afirma que, segundo "fontes seguras", o caso será encerrado.

Schumacher segue internado no Centro Hospital Universitário de Grénoble, na França, após grave acidente em uma pista de esqui de Méribel. O estado do alemão segue crítico, mas estável.

 


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube