Ocon jura surpresa com sofrimento da Alpine em Austin: “Não esperava tanta dificuldade”

A Alpine abandonou com os dois carros antes do fim do GP dos EUA, mas não faria grande diferença. Esteban Ocon admitiu que o rendimento surpreendeu

F1: VERSTAPPEN SEGURA HAMILTON NO BRAÇO, VENCE NOS EUA E DÁ PASSO PARA TÍTULO | Paddock GP #262

Quem segue a temporada 2021 da Fórmula 1 com afinco não se surpreende com algumas corridas em que a Alpine aparenta estar tão longe das rivais imediatas no campeonato. É algo que aconteceu algumas vezes. Os problemas do GP dos Estados Unidos do último fim de semana, entretanto, foram além: somente Williams e Haas estiveram abaixo dos franceses. Segundo Esteban Ocon, uma surpresa para a equipe.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A Alpine não esperava sofrer da maneira como aconteceu em Austin. É verdade que Fernando Alonso estava punido e largaria nas últimas posições, mas Esteban Ocon saiu no 11º lugar. O que se viu na corrida foi Ocon indo para trás e a Alonso preso numa briga aparentemente eterna com a dupla da Alfa Romeo. No fim das contas, problemas não informados no carro fez com que a equipe chamasse os pilotos para os boxes e encerrou a corrida dos dois antes da hora.

Sofrer desse jeito não estava na cartilha do fim de semana, garante Ocon.

Esteban Ocon abandonou a corrida com problema não divulgado (Foto: Alpine)

“Não esperávamos ter tantas dificuldades, não desse jeito. Tivemos de lutar contra o carro bastante desde os treinos, mas avançamos um pouco a cada um deles. A classificação não foi boa, mas melhoramos bastante desde o TL1”, avaliou.

“Depois, na corrida, muitas dificuldades novamente. Precisamos analisar e sair disso mais fortes. O Circuito das Américas é uma pista diferente, bem rústica em comparação a outras, tem muita oscilação. Enfim, são vários aspectos que temos de avaliar”, finalizou.

Com 104 pontos, a Alpine tem somente dez de vantagem para a AlphaTauri na briga pelo quinto lugar do Mundial de Construtores.

A F1 segue em duas semanas, entre 5 e 7 de novembro, com o GP do México.

Esteban Ocon levou câmera no capacete no fim de semana em Austin (Vídeo: F1)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar