Ex-presidente da Ferrari espera que sexto título de Hamilton seja último

Luca di Montezemolo quer ver a Ferrari novamente no topo da Fórmula 1, e o primeiro passo é interromper a sequência de Lewis Hamilton, seis vezes campeão do mundo e apenas um título atrás de Michael Schumacher. Ex-presidente também falou sobre Charles Leclerc

Ex-presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo está assistindo uma sequência de anos de derrotas para o time de Maranello, que não consagra um piloto como campeão mundial desde 2007, e não vence entre os construtores desde 2008.

 
Nos últimos anos, Lewis Hamilton emendou títulos e está próximo de igualar a marca de Michael Schumacher, mas a torcida de Luca é que a sequência do inglês acabe, e a Ferrari consiga retornar ao topo.
 
"Eu espero que o sexto título seja o último para Lewis Hamilton, e que um ciclo para a Ferrari comece novamente", disse em entrevista à RAI. "Ver a Ferrari brigando até a última corrida do ano seria a coisa mais importante. Existem problemas de confiabilidade, mas entendo que pode acontecer quando se procura por respostas", completou.
Sebastian Vettel e Charles Leclerc (Foto: Ferrari)
Em 2019, a Mercedes conquistou os dois títulos por antecipação. Caso o campeonato não venha em 2020, Di Montezemolo quer a Ferrari brigando até o fim.
 
"Como fã, eu espero que vençamos no próximo ano, e se não acontecer, que perca o campeonato na última corrida com um time bem competitivo", comentou.
 
Luca também falou sobre Charles Leclerc, que ocupa a terceira posição na classificação e com duas vitórias em seu primeiro ano de Ferrari. Para o ex-presidente, o monegasco superou expectativas, mas precisa de um freio na empolgação.
 
"Ele é certamente rápido e ultrapassou as expectativas, mas isso tem que ser construído em base de crescimento. Por exemplo, nas últimas corridas, falou menos no rádio. Acho que isso é uma melhora", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube