F1 adere à campanha de prevenção ao câncer de mama e colore pit-lane de Austin de rosa às vésperas do GP dos EUA

A F1 entrou de vez na campanha mundial do Outubro Rosa e, para chamar a atenção do mundo do esporte à prevenção e combate ao câncer de mama, mudou trocou o tradicional vermelho, que geralmente colore parte do asfalto no pit-lane, pelo rosa. O gesto faz parte de um conjunto de ações liderados pelo Liberty Media em conjunto com a ONG Susan G. Komen, referência mundial em prevenção e combate ao câncer de mama

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Não é só a Force India que vai ao Texas vestida de rosa, como tem acontecido desde o início da temporada em razão da sua patrocinadora, a empresa de tratamento hídrico BWT. A própria F1, na esteira do Outubro Rosa, campanha mundial de conscientização sobre prevenção e combate ao câncer de mama, busca chamar a atenção do mundo do esporte e, como uma das medidas, coloriu o pit-lane e também as margens da reta dos boxes do Circuito das Américas, palco do GP dos Estados Unidos, neste fim de semana, de rosa, em substituição ao tradicional vermelho que dá o tom de uma das faixas do setor. 

 
A ação faz parte de uma campanha liderada pela F1, que vai colaborar com a ONG mundial Susan G. Komen, referência global em prevenção e combate ao câncer de mama, para arrecadar fundos e impulsionar a conscientização a respeito da doença. A ação é impulsionada pelo novo dono da F1, o Liberty Media, como forma de chamar a atenção para a enfermidade.
 
“Esta aliança revolucionária vai marcar um momento muito especial no calen’dario da F1 neste ano, já que alteramos fisicamente elementos-chave de um fim de semana de GP para destacar o mês de conscientização sobre o câncer de mama”, declarou Sean Bratches, diretor-comercial da F1, no site oficial da ONG Susan G. Komen.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Estamos em uma posição única como um dos esportes mais vistos do mundo, e o único esporte verdadeiramente global que compete anualmente, com fãs em todo o mundo para ajudar a elevar a consciência de uma causa tão importante. Esta é uma oportunidade para usar as plataformas da categoria-rainha como uma força para o bem-estar social e apoiar a luta contra o câncer de mama, uma enfermidade que ataca milhões de pessoas a cada ano”, disse o executivo.

 
“É gratificante ver toda a comunidade da F1, desde equipes, pilotos, FIA, os patrocinadores e organismos de radiodifusão a se unir e focar sua vontade coletiva para ajudar”, acrescentou Bratches. “No fim de semana do GP, vamos usar rosa em nome da associação da F1 com a Susan G. Komen”, finalizou.
’EXTRAORDINÁRIO’

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube