F1 anuncia renovação de acordo por mais três temporadas e garante GP da China no calendário até 2020

A F1 confirmou a renovação de contrato do GP da China. Agora, a etapa em Xangai vai permanecer no calendário até 2020. Além do anúncio, o comunicado enviando pelo Mundial informa que a data da etapa chinesa também deve sofrer mudanças para 2018

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A F1 anunciou nesta sexta-feira (29) que chegou a um novo acordo com a China. O autódromo de Xangai vai continuar recebendo uma etapa do Mundial até pelo menos a temporada de 2020. Além do anúncio sobre a renovação de contrato da rodada chinesa, o comunicado ainda informa que a corrida deve mesmo mudar de data na próxima temporada, a pedido dos organizadores.

A proposta é que a 15ª edição do GP da China aconteça em 15 de abril, uma semana depois da prova do Bahrein, que passaria a ser a segunda etapa do campeonato em 2018. A alteração ainda precisa da aprovação do Conselho Mundial da FIA.

"Desde a estreia em 2004, a China se tornou uma das corridas mais importantes do Mundial. A pista de Xangai sempre foi palco da F1 e é conhecida por um dos eventos mais interessantes e completos do ponto de vista técnico, bem como sempre produziu corridas emocionantes", afirmou a nota publicada no site da F1.

F1 renovou contrato com GP da China (Foto: Reprodução)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Estamos satisfeitos por termos chegado a um acordo com a China e vamos vê-los no campeonato por pelo menos mais três anos", afirmou Chase Carey, presidente da F1. "Este grande país já demonstrou um espantoso interesse em nosso esporte e acreditamos firmemente que ainda existe um potencial inexplorado. Por isso, a renovação deste acordo é importante para a nossa estratégia de desenvolvimento, especialmente nesta parte do mundo", completou.

O motivo da mudança de data é um pedido dos organizadores chineses para que a corrida não coincida com o Festival Qingming, feriado tradicional da China em que se reverenciam os mortos. Na primeira data proposta pela FIA, a prova estava marcada para o mesmo dia das celebrações. Agora, vai acontecer uma semana depois.

TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube