F1 inclui Miami e China, mantém São Paulo e confirma 6 sprints em 2024

Com manutenção do Brasil e estreias de China e Miami, F1 manteve seis corridas sprint para a temporada de 2024 e definiu todas as sedes

A Fórmula 1 aproveitou a manhã desta terça-feira (5) para anunciar as seis praças que receberão corridas sprint na temporada 2024 da categoria. Conforme esperado, o Brasil se mantém no calendário das provas curtas no ano que vem, em sua quarta disputa do tipo desde a introdução do formato, em 2021. A Áustria também segue na programação, assim como Austin e Catar — que foram escolhidas pela segunda vez. Por fim, China e Miami completam o grupo.

O GP da China, desta forma, será o primeiro a receber uma corrida sprint na próxima temporada, no fim de semana de 19 a 21 de abril. Miami aparece na sequência, com etapa prevista para acontecer entre 3 e 5 de maio, enquanto a Áustria será a terceira parada das provas curtas, entre 28 e 30 de junho.

Já na segunda metade do ano, Austin, que recebe o GP dos Estados Unidos, realizará a quarta sprint do ano, entre 18 e 20 de outubro e o GP de São Paulo, que hospeda a penúltima prova do tipo na temporada entre 1º e 3 de novembro. Por fim, o GP do Catar fecha a lista com a sexta preliminar entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro.

“Estou muito animado em anunciar seis empolgantes praças para os eventos sprint da F1 no próximo ano, incluindo as duas novidades de China e Miami, que serão adições fantásticas e vão fornecer corridas ótimas para todos os nossos fãs nas corridas e assistindo em casa”, disse Stefano Domenicali, CEO da Fórmula 1.

GP de São Paulo segue no calendário das sprints em 2024 (Foto: Rodrigo Berton/Warm Up)

“Desde a criação, em 2021, as sprints entregaram consistentemente aumento nas audiências televisivas, mais entretenimento nas pistas para os fãs nos eventos e mais engajamento dos fãs nas redes sociais e plataformas digitais. Estamos ansiosos para mais eventos empolgantes no próximo ano”, completou.

Apesar da manutenção de seis corridas sprint no calendário de 2024, a F1 ainda estuda mudanças no formato, que atraiu críticas dos pilotos por promover uma “prévia” da disputa do dia seguinte. Na última reunião da Comissão da categoria no ano, em Abu Dhabi, algumas ideias foram discutidas, e a proposta final será apresentada no primeiro encontro do Comitê Esportivo em 2024.

“Estou feliz em confirmar seis eventos sprint para a próxima temporada e ansioso para voltar às quatro praças que proporcionaram uma ação emocionante nas sprints deste ano”, apontou Mohammed Ben Sulayem, presidente da FIA. “A adição de Xangai será um desafio para as equipes e pilotos, já que a Fórmula 1 vai voltar à China pela primeira vez desde 2019, enquanto uma sprint em Miami acrescentará uma nova dimensão ao fim de semana”, seguiu.

De volta à F1 pela primeira vez desde 2019, GP da China terá corrida sprint em 2024 (Foto: F1)

“Devemos nos desenvolver continuamente e nos adaptar para garantir que estamos fazendo o melhor para o esporte. E, por isso, estamos trabalhando com a FOM e com as equipes para definirmos a direção futura do formato das sprint”, concluiu.

Com a temporada encerrada, a Fórmula 1 retorna apenas no ano que vem, no dia 2 de março, com a estreia do campeonato no GP do Bahrein.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.