Famoso por interpretar Wolverine no cinema, Hugh Jackman é escolhido para viver Enzo Ferrari em filme, diz site

O ator australiano Hugh Jackman já interpretou muita coisa no cinema - e já até foi indicado a um Oscar pelo musical 'Os Miseráveis', mas é como Wolverine que realmente se tornou famoso. Agora, Jackman tem um novo desafio: interpretar o criador da Ferrari

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O mês de março começou no mundo do cinema com a estreia do filme 'Logan', que vem se mostrando um fenômeno de público. O filme estrela a última participação do ator australiano Hugh Jackman na pele de Logan, o super-herói Wolverine do Universo X-Men. E o próximo passo de Jackman está longe dos quadrinhos: o ator foi escolhido para interpretar Enzo Ferrari.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
A informação é do site norte-americano 'Deadline', especializado em notícias do cinema e da TV. Segundo o site, as partes estão próximas de um acerto breve para que a produção do filme se inicie em meados do ano que vem.

 
Jackman não é a única atração de nome pesado selecionada para o filme. De acordo com o 'Deadline', a atriz sueca Naomi Rapace ('Os Homens que não Amavam as Mulheres' e 'Sherlock Holmes: Jogo das Sombras') é a escolhida para interpretar Linda, a esposa do criador da Ferrari.
 
O filme tem o diretor Michael Mann ('O Último dos Moicanos', 'O Informante') como grande cabeça. Mann começou a trabalhar no roteiro há 17 anos, na época junto ao também diretor Sidney Pollack, morto em 2008. O filme é uma biografia de Ferrari ambientada em 1957, que o projeto do filme descreve como "um ano onde paixão, fracasso, sucesso, morte e vida se confundem na batalha por supremacia de Ferrari contra a rival Maserati".
Hugh Jackman (Foto: Reprodução/Twitter)
Antes de Jackman, dois anos atrás, era Christian Bale ('Batman: O Cavaleiro das Trevas', 'A Grande Virada') quem estava selecionado para interpretar Ferrari, mas o ator teve problemas de saúde uma vez que começou a engordar. Jackman, fisicamente mais próximo a Ferrari e agora sem as obrigações de estar na forma de Wolverine para o Universo Marvel, dificilmente terá os mesmos problemas. 

Dois anos atrás, Robert de Niro também foi escolhido para interpretar Ferrari, mas numa outra história, baseada na autobiografia 'Ferrari 80'.

 
A ideia é que o filme comece de fato a ser rodado em algum momento no começo do segundo semestre do ano que vem e chegue aos cinemas em 2019. 
PADDOCK GP #68 ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube