Alonso assume culpa por batida em Schumacher na Turquia: “Movimento tardio”

Após ser tocado por Pierre Gasly, Fernando Alonso tentou ultrapassar Mick Schumacher pela 13ª posição, mas tocou no alemão e o fez rodar. O espanhol se desculpou depois da prova

Paddock GP #260: Bottas vence na Turquia, mas Mercedes perde e Verstappen lidera F1 2021

O GP da Turquia de 2021, definitivamente, não ficará marcado para Fernando Alonso como um de seus preferidos na carreira. Apesar de fazer ótima classificação e de largar no 5º lugar, melhor posição de partida da temporada, o espanhol foi tocado pela AlphaTauri de Pierre Gasly logo na primeira curva e rodou. Conseguiu retornar à pista em 14º, mas tentou ultrapassar Mick Schumacher e bateu no alemão. Após a disputa, Alonso reconheceu o erro e se desculpou com o filho de Michael, seu rival nos títulos de 2005 e 2006.

“Achei que estivesse ao lado dele”, afirmou Alonso. “Obviamente foi um movimento tardio, então nos tocamos. Infelizmente, ele girou e eu levei a punição. Eu aceito, claro. Lamento por ter colidido com ele. Isso só aconteceu porque eu estava em 14º, não deveria estar nessa posição. A sorte parece estar evitando a gente esse ano, de verdade. Acho que estamos acumulando muita para o ano que vem”, falou o espanhol.

Na opinião do veterano, a Alpine tem tido muito azar na atual temporada. Logo após garantir o 5º lugar no grid de largada, no sábado (9), Alonso afirmou que torceria por uma largada sem maiores confusões e uma corrida tranquila, já que sua equipe demonstrava um bom ritmo durante o final de semana. Como se sabe, não foi o que ocorreu.

Sobre o incidente que teve com Gasly nos primeiros metros da corrida, Alonso disse que não reviu o momento e preferiu eximir o francês de culpa, considerando as condições da corrida. “Não vi na TV. Acho que a primeira curva é sempre complicada nessas condições. Essas coisas podem acontecer. Infelizmente, aconteceram com a gente, quando éramos top-5”, lamentou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

LARGADA; GP DA TURQUIA; FERNANDO ALONSO; RODADA;
Fernando Alonso, após ser tocado por Gasly na largada do GP da Turquia (Foto: F1/Twitter)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O espanhol ainda reclamou do rendimento da Alpine com os pneus intermediários, única gama de pneus usada durante o GP da Turquia – Sebastian Vettel tentou usar compostos médios, mas deu extremamente errado, e o alemão voltou aos boxes imediatamente na volta seguinte para colocar um jogo de intermediários novamente.

“É frustrante que, quando não somos competitivos, temos uma corrida chata, e quando somos competitivos temos um tempo maluco e coisas malucas acontecendo. Fomos o ano todo mais lentos com os pneus intermediários e a corrida inteira foi nos intermediários, nem sequer botamos os pneus de pista seca. Temos de melhorar nosso nível de competição com esse composto”, encerrou.

Fórmula 1 volta a acelerar dentro de duas semanas para o GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas, em Austin.

Sergio Pérez e Lewis Hamilton travaram grande duelo no GP da Turquia (Vídeo: F1)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar