Ferrari alega que era “impossível” levar atualizações para abertura na Áustria

Ferrari vai disputar a etapa de abertura da temporada 2020 da Fórmula 1 com o mesmo carro que levou para a Austrália do início do ano

Chefe da Ferrari, Mattia Binotto afirmou que não existia possibilidade de preparar atualizações para o GP da Áustria de Fórmula 1 deste fim de semana. Sebastian Vettel e Charles Leclerc vão correr no Red Bull Ring com o mesmo carro levado pela escuderia italiana para a Austrália no início do ano.

O dirigente italiano reconheceu que a Ferrari usou o período de lockdown resultante da pandemia do novo coronavírus para pensar em soluções para o carro, mas explicou que era “impossível” preparar um pacote de novidades já para o Red Bull Ring.

Sebastian Vettel participou do teste com a Ferrari de 2018 em Mugello (Foto: Ferrari)
Paddockast #67 | Barrichello melhor que Schumacher?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

“Não havia tempo e fomos barrados pelo regulamento”, disse Binotto em entrevista à emissora Sky Italia. “Com certeza, qualquer um poderia pensar em como desenvolver os carros, e nós estamos trabalhando em evoluções para o futuro, mas, na Áustria, será o mesmo carro que levamos para a Austrália”, explicou.

Além do GP da Áustria deste fim de semana, o traçado da Red Bull também para receber o GP da Estíria, na semana que vem. As atualizações da Ferrari, porém, chegou apenas para a etapa da Hungria.

O GRANDE PRÊMIO transmite em tempo real todas as atividades do fim de semana do GP da Áustria de F1.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar