Ferrari contraria regulamento esportivo e avisa FIA que vai apelar de punição de Vettel no GP do Canadá

O regulamento esportivo da F1 diz que não é possível apelar de punições de 5s. A Ferrari, todavia, não quer nem saber: insatisfeita com a perda da vitória de Sebastian Vettel para Lewis Hamilton, a equipe planeja ida aos tribunais

A manobra chama atenção porque, na letra fria do regulamento esportivo da Fórmula 1, é improcedente. O conjunto de regras da categoria determina que o acréscimo de 5s ao tempo total de prova é uma das punições que não podem ser apeladas. De qualquer forma, cabe agora à FIA determinar se acata o pedido da Ferrari. A entidade precisa tomar uma decisão nas próximas 96 horas, ou quatro dias.

 
Para que a apelação se sustente, a Ferrari também precisa apresentar à FIA novas evidências de que Vettel não é culpado. Caso contrário, o processo não segue adiante.
Sebastian Vettel (Foto: AFP)

Caso o pedido da Ferrari seja acatado, o caso para nas mãos da Corte Internacional de Apelos da FIA. O órgão vai tomar a decisão definitiva sobre o caso, ou simplesmente determinar que a apelação vai contra o regulamento esportivo.

 
A punição de Vettel tem origem na volta 48 do GP do Canadá. O alemão errou e escapou da pista nas curvas 3 e 4. Na volta, os comissários julgaram que Vettel errou ao bloquear o espaço de Hamilton, que vinha logo atrás e buscava a ultrapassagem.
 
Com os 5s aplicados, Vettel não conseguiu abrir vantagem suficiente sobre Hamilton. Dessa forma, o britânico foi ao topo do pódio, enquanto o alemão caiu para segundo – motivo de fúria no pós-prova.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube