Ferrari encontra imigrantes escondidos em caminhão na chegada a Silverstone

Eram dois imigrantes que estavam num dos últimos caminhões utilizados pela Ferrari para levar partes e suprimentos até Silverstone. Os dois entraram na parte de carga do caminhão ainda na França, na cidade de Calais, e queriam cruzar o Canal da Mancha até a cidade inglesa de Dover

A Ferrari teve uma surpresa na manhã desta quinta-feira (11) quando os um dos últimos caminhões transportadores chegaram ao circuito de Silverstone, onde acontece o GP da Inglaterra de Fórmula 1 no próximo fim de semana. Dois imigrantes estavam dentro do veículo desde a França, numa manobra para cruzar o Canal da Mancha.
 
O caminhão transportador em questão é de uma transportadora terceirizada pela Ferrari e era o veículo que carregava peças sobressalentes e suprimentos para a equipe italiana em Silverstone. Os dois imigrantes foram descobertos somente no circuito, quando as portas foram abertas.
 
"Não era um veículo da Ferrari e sequer tinha a marca estampada. Quando eles [os imigrantes] foram encontrados, a equipe telefonou para a polícia, que passou a cuidar do caso", afirmou um porta-voz da marca italiana. 
Um modelo de caminhão da Ferrari (Foto: Reprodução/Photo4)

Os imigrantes entraram no caminhão na parada dos caminhoneiros em Calais, cidade francesa localizada no ponto mais estreito do Canal da Mancha e mais próxima da Inglaterra. Como queriam passar para o Reino Unido, os dois imigrantes aproveitaram a oportunidade para passarem pela alfândega sem que fossem barrados. O caminhão cruzou o canal, no trecho entre Calais (França) e Dover (Inglaterra), a bordo de uma balsa.

 
Não foram divulgadas mais informações sobre a identidade ou nacionalidade dos imigrantes, nem sequer o gênero ou a idade. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube