F1

Ferrari vê “decisão valente” em estratégia e exalta “pilotagem fantástica” de Leclerc

Mattia Binotto rasgou elogios a Charles Leclerc, o grande vencedor do GP da Itália deste domingo (8). O chefe da Ferrari destacou também a escolha pelos pneus duros para o monegasco ir até o fim da corrida, mesmo com a Mercedes tendo optado pelos médios para Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. Sobre a jornada de Sebastian Vettel, o ítalo-suíço lamentou: “Foi uma pena”

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
As comemorações pelos 90 anos de história da Ferrari, iniciadas na quarta-feira com um grandioso evento em Milão, foram concluídas da melhor forma na tarde deste domingo (8) em Monza. Diante de uma multidão de apaixonados tifosi, Charles Leclerc levou a escuderia de Maranello ao topo do pódio, quebrando uma seca que já durava desde 2010.
 
Não foi fácil, sobretudo na segunda parte da corrida. A Ferrari tomou a decisão de calçar pneus duros no carro do monegasco, enquanto a Mercedes arriscou com os médios para Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. Leclerc sofreu muito para se defender dos ataques de Hamilton, mas os pneus do pentacampeão de desgastaram demais com a pressão. 
 
Bottas subiu para segundo e tentou até o fim lutar pela vitória, mas Charles se manteve na ponta e levou à loucura a torcida nas arquibancadas em Monza.
A Ferrari completou da melhor forma a festa neste domingo em Monza (Foto: AFP)
Mattia Binotto, chefe da Ferrari, destacou a sensação indescritível depois de uma vitória em casa. “Não sei te dizer como é me sentir como um membro da Ferrari. Não importa se você é chefe de equipe, engenheiro ou mecânico. Olha como eles estão curtindo! Foi uma ótima semana depois de Spa”.
 
“Um começo difícil de temporada, mas pelo menos duas vitórias em sequência tornam isso algo especial”, ressaltou o ítalo-suíço, fez pela forma como Leclerc conseguiu evoluir na sequência deste segundo semestre.
 
“Ele sente a pressão como um impulso. Ele vem pilotando de forma fantástica depois das férias de verão e podemos ver como ele defendeu sua posição hoje”, exaltou.
 
A respeito do trabalho da Ferrari, Binotto só tem elogios. “Pouquíssimos erros hoje, e muito obrigado à equipe hoje. Acho que adotamos uma boa estratégia e colocamos os pneus macios. Para nós, foi a opção correta e então ficou difícil acelerar depois do pit-stop. Sabíamos que o desempenho dos médios poderia ficar crítico, e a melhor forma como poderíamos nos defender na pista era com os duros. Acho que foi uma decisão valente, mas a decisão correta”, salientou.
 
Binotto foi breve nas palavras a Sebastian Vettel, o destaque negativo da Ferrari em Monza. O alemão cometeu um erro grosseiro na saída da curva Ascari, rodou e acertou o carro de Lance Stroll. Seb foi punido com um stop-and-go e terminou a prova só em 13º.
 
“Vou vê-lo mais tarde, mas foi uma pena. Ele estava reduzindo a diferença para Valtteri e poderia ter tido uma boa corrida hoje”, concluiu.

Paddockast #32
AS PISTAS MAIS PERIGOSAS DO MUNDO


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

-------------------------------------------------------