FIA determina que TL2 define grid no Japão se não houver classificação

O segundo treino livre do GP do Japão pode ganhar ares de sessão classificatória em Suzuka. Isso porque os comissários de prova da FIA determinaram que o TL2 vai definir o grid de largada no fim de semana caso a classificação, adiada de sábado para domingo de manhã, não seja disputada

O resultado do segundo treino livre do GP do Japão pode até definir o grid de largada da 17ª etapa da temporada 2019 do Mundial de F1. As condições atípicas climáticas neste fim de semana em razão do avanço do supertufão Hagibis fizeram com que a FIA (Federação Internacional de Automobilismo), em conjunto com a F1 e a Federação Japonesa, cancelasse as atividades de sábado, adiando o treino classificatório para 10h (horário local, 22h de sábado de Brasília) de domingo. Mas, caso não seja possível realizar a sessão, os comissários determinaram que o TL2 vai servir como base para determinar o grid do GP do Japão.
 
"Tendo em vista a previsão do tempo para o fim de semana, e observando que os Regulamentos Esportivos da FIA não falam sobre o assunto, os organizadores avaliaram métodos para estabelecer o grid do GP do Japão de 2019 se as condições climáticas impedirem a realização do treino classificatório”, diz o comunicado emitido pela FIA.
 
“Se essa eventualidade acontecer, os comissários vão exercer sua autoridade de acordo com o Artigo 11.9.3.b do Código Esportivo Internacional e ordenar que o grid do GP do Japão seja estabelecido com base na classificação do segundo treino livre, com as punições devidamente aplicadas se necessário", acrescentou a nota.
Lewis Hamilton acelera com a Mercedes no primeiro treino livre desta sexta-feira (Foto: Mercedes)
Sendo assim, o treino livre da tarde desta sexta-feira tende a ganhar contornos de classificação por conta de tal possibilidade. A situação remete um pouco o que aconteceu no fim de semana do GP dos Estados Unidos de 2015. Por conta de um verdadeiro dilúvio em Austin, o treino classificatório chegou a ser realizado, mas apenas nos seus dois primeiros segmentos, Q1 e Q2, que foram usados para definir o grid de largada. A forte chuva impediu a disputa da fase final da sessão no Texas.

A meteorologia aponta tempo bom para a manhã de domingo em Suzuka, com zero de possibilidade de chuva. Contudo, há a previsão de ventos muito fortes, na casa dos 50 km/h. Também não há como mensurar o grau de destruição do Hagibis, que vai chegar ao Japão neste sábado, de acordo com a previsão do tempo.

 
Mesmo perdendo intensidade e sendo rebaixado de grau 5 para 4, com ventos de cerca de 230 km/h antes da chegada ao Japão, o Hagibis ainda tende a avançar com força às ilhas do país nas próximas horas. Além do cancelamento do cronograma estabelecido pela F1 para o sábado, a F4 Japonesa também optou por não realizar as atividades previstas para todo o fim de semana como evento suporte do GP do Japão em Suzuka. 
 
A organização da Copa do Mundo de Rúgbi também cancelou duas partidas previstas para sábado: Itália x Nova Zelândia, em Toyota, e Inglaterra x França, que aconteceria em Yokohama.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP do Japão de F1. Siga tudo aqui.
Paddockast #37
GRANDES RIVALIDADES INTERNAS 

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube